Arquivo da categoria: Ciência, Tecnologia, Inovação, Desporto, Curiosidades, Ecos

Alemanha: a equipa

cropped-4521099061

 

Fez-se justiça esta noite com a vitória da Alemanha no Mundial FIFA 2014. Mas para a justiça ser maior, esta final deveria ter sido disputada entre Holanda e Alemanha. Mas a lotaria do penalties ditou outra coisa.

A Alemanha foi a equipa mais regular e a melhor. Mereceu ganhar. A apesar de a Argentina se ter batido muito bem neste último jogo, a verdade é que nunca convenceu muito, ao longo da competição. E desta vez nem o Papa lhes valeu…

Nauer foi o melhor guarda-redes, apesar de alguns colegas de altíssima qualidade, como Navas e Ochôa, entre outros. Mereceu inteiramente o respectivo galardão.

Já o Messi eleito como melhor jogador de campo deve ser piada. Meus ricos Robben e James Rodriguez… Mas como ele é afilhado do Blatter e os jornalistas gostam muito dele, tinham que lhe dar um doce. Completamente imerecido. Messi não fez nada neste Mundial que justificasse a distinção.

Para os meus amigos brasileiros deve ter sido um alívio que o país das pampas não tenha levado a taça. É que já vou ouvindo cantar por aí “Don’t cry for me Argentina!”…

goetze13223739

A FIFA devia alterar as regras

robben.jpg-large“Por favor, não me deixem marcar senão tenho que defrontar a Alemanha na final” (Robben)

 

O jogo de ontem entre Argentina e Holanda foi muito táctico. Aborrecido de ver. Nenhuma equipa se esforçou por ganhar o jogo. Só mais para o fim a disputa se tornou minimamente interessante, mas os jogadores já estavam desgastados e já foi tarde. Depois, lá veio a lotaria e calhou a fava aos holandeses.

Já o disse antes. Neste tipo de competições, se ao fim do jogo (incluindo prolongamento) as equipas continuassem empatadas, deviam ser ambas desclassificadas. Isso permitiria passar a jogar para ganhar. Sempre.  E não para não perder.

Palavras perdidas (1361)

“A explicação para uma derrota tão acachapante é que o time jamais jogou bem na Copa, deu repetidos sinais de fragilidade técnica, táctica e emocional. A pressão descomunal de jogar uma Copa no Brasil foi claramente excessiva para uma equipa jovem e mal preparada. Tudo isso explodiu na semifinal com uma potência que ninguém esperava, claro. O imponderável contribuiu, mas os sinais de pânico já estavam lá.”

(Sérgio Rodrigues, escritor brasileiro, Público)

De vitória em vitória até ao massacre final

choro9

Se formos justos, a equipa canarinha neste mundial nunca chegou a demonstrar futebol suficiente para ir à final. Apenas dois ou três jogadores disfarçaram a pobreza do colectivo. Na fase de grupos foram empurrados pelas arbitragens, mas depois, já na fase do mata-mata, revelaram grandes dificuldades em passar as eliminatórias.  Ontem, contra uma boa equipa, foi o que se viu. Arrisco em dizê-lo antes do jogo desta noite, mas coisa semelhante parece passar-se com a  Argentina.  Logo veremos.

A Copa dos cães

 

 

Nesse clima de Copa do Mundo, o que mais vemos por aí é gente usando camiseta de seleção de futebol – seja do Brasil, sejam de outros países.

Nessa onda, os designers do site Life on White resolveram vestir também os cães seguindo a temática do futebol.

Formou-se então um time com cães representando seus países de origem. Quem veste a amarelinha do Brasil, por exemplo, é o Fila, primeira raça brasileira a ser reconhecida internacionalmente.

A pose das imagens é como a do álbum de figurinhas – só que mais legal. Os cães ganharam ombros e tronco humanos, e logo acima, as simpáticas caras caninas. Veja todos eles abaixo:

caes-selecao-brasil
Fila brasileiro | Brasil

caes-selecao-holanda
Pequeno cão holandês | Holanda

caes-selecao-australia
Kelpie australiano | Austrália

caes-selecao-suica
Pastor-branco-suíço | Suíça

caes-selecao-italia
Cane corso | Itália

caes-selecao-inglaterra
Buldogue inglês | Inglaterra

caes-selecao-franca
Buldogue francês | França

caes-selecao-mexico
Chihuahua | México

caes-selecao-russia
Husky siberiano | Rússica

caes-selecao-argentina
Dogo argentino | Argentina

caes-selecao-belgica
Pastor belga | Bélgica

caes-selecao-japão
Akita inu | Japão

 

caes-selecao-estadosunidos
Staffordshire terrier | Estados Unidos

caes-selecao-alemanha
Pastor alemão | Alemanha

caes-selecao-espanha
Galgo espanhol | Espanha

caes-selecao-croacia
Dálmata | Croácia

caes-selecao-portugal
Cão-d’água português | Portugal

 

Fonte: Arte, via Pavablog. 

 

 

Nem bestiais nem bestas, apenas seres humanos

tratamento-natural-para-controlar-a-raiva2

 

Uma coisa é avaliar realisticamente o desempenho da selecção portuguesa, outra é insultar jogadores e equipa técnica. Aqueles que os insultam agora parecem mais vítimas da inveja social (que já o velho Camões denunciava), ou quem precisa de um bode expiatório para libertar a sua frustração pessoal. No primeiro caso é feio. No segundo, pode até funcionar como catarse e ser libertador, mas continua a ser muito feio.

Uma selecção de futebol não pode carregar o país às costas. Por outro lado a comunicação social explora o fenómeno da paixão por este desporto como lhe convém. Compreensível. Já não se compreende é a tentação do poder político cavalgar esta janela de possível sucesso. É caso para perguntar porque razão Cavaco recebeu a selecção em Belém, com pompa e circunstância,  à partida para  a Copa (com direito a selfies, almoço e tudo) e não fez o mesmo, por exemplo, com Rui Costa, o nosso campeão do ciclismo, nem sequer uma referenciazinha no seu querido Facebook, a não ser depois de consumado o feito inédito, depois do rapaz ter ganho pela terceira vez (consecutiva) a Volta à Suiça.

Pelos vistos os terços religiosos (!!!) do senhor Evangelista (Sindicato dos jogadores) não surtiram efeito. Da próxima vez fazem o quê? Pagam-lhes uma ida à bruxa?

Não merecemos

857815

 

A selecção portuguesa carimbou ontem o regresso a casa. Pareceu quase sempre uma equipa mole e sem ambição. Depois de estar a ganhar pela margem mínima pouco mais fez do que tentar manter o resultado, o que seria perigoso, por ter sido obtido logo aos 5 minutos, e também porque os americanos nunca prescindiram do ataque, embora com algumas cautelas. O que eu vi foi muitos passes errados, algum receio de ter a bola e uma incrível falta de ambição em tentar matar o jogo com mais golos. Ao fim de dois dos três jogos desta fase pode-se dizer que Portugal não merece passar aos oitavos.

 

A nudez incomoda mais a FIFA do que o nazismo…

 

Um adepto interrompeu o jogo Alemanha-Gana, com uma inscrição nazi no tronco. O homem não foi perseguido por nenhum segurança, tendo sido acompanhado para fora do relvado pelo jogador ganês Muntari. Se fosse uma criança ou uma adepta, a segurança caia-lhes logo em cima…

Espanha: rei e selecção abdicam do trono no mesmo dia

torres-derrota-reuters-550

 

A Espanha, campeã europeia e mundial de futebol, é a desilusão maior nesta Copa do Brasil. Goleada pela Holanda e derrotada pelo Chile sofreu sete golos em dois jogos e só conseguiu marcar um de grande penalidade. Mas há mais surpresas nesta competição. Vamos aguardar para ver.

Selecção: resta fazer reset e ganhar o que falta

4

 

Correu quase tudo mal à selecção neste jogo contra a Alemanha.

Desde logo uma arbitragem, miserável, que forçou uma grande penalidade contra os portugueses e perdoou uma ainda mais evidente contra os alemães, sobre o Éder. Depois pela expulsão forçada de Pepe. Também é evidente que o central da selecção esteve mal, tendo sido co-responsável por ter ido mais cedo para o balneário. Mas, por alguma razão se diz que os teutónicos nunca perderam um jogo arbitrado por este sérvio.

E, como se não chegasse, ainda sofremos as lesões de Hugo Almeida e sobretudo de Fábio Coentrão, que deve estar perdido para o resto da competição.

Mas os erros crassos do árbitro e uma tendência permanente para favorecer a equipa alemã não explicam tudo.

Ainda que a Alemanha não tenha jogado o suficiente para justificar uma diferença de três golos, até ao final da primeira parte (a segunda parte do jogo já não tem história), a verdade é que a equipa lusa esteve mal.

Rui Patrício deu barraca logo no início do jogo, ao oferecer a baliza aberta ao adversário, que só por acaso não resultou em golo, e esteve quase sempre mal. E a equipa não se encontrou, embora estivesse a jogar contra um dos candidatos ao título.

Agora resta fazer reset e ganhar os dois jogos que faltam. Mas, por favor, não passemos do bestial à besta, como é costume.

 

Perguntas sem resposta

 

10. Porque temos impressões digitais?

200315840-001

Apesar todo mundo saber como as impressões digitais são úteis, por serem únicas e nos fornecerem um sistema de identificação infalível, a ciência não tem certeza absoluta de por que elas existem. Alguns cientistas têm projetado modelos de computador elaborados para determinar como elas se formam, mas, apesar de entenderem como crescem, não nos dão uma compreensão sobre a razão evolucionária da existência dessa característica. Alguns pesquisadores, contudo, podem estar mais perto de um avanço.

Para entender porque as impressões digitais existem, eles foram estudar casos de pessoas com uma desordem genética muito rara, chamada adermatoglifia, que afeta apenas algumas famílias em todo o mundo e cujos portadores não têm impressões digitais. Além do efeito colateral incomum de suar um pouco menos, essas pessoas parecem não ser nem mais nem menos saudáveis ​​do que todos os outros.

Os pesquisadores estão esperançosos de que, estudando essas famílias e seus genes, eles possam finalmente resolver o mistério evolutivo de impressões digitais.

9. O que os “lactobacilos vivos” fazem?

96

Se você vive neste planeta, provavelmente já viu algum comercial que usa a palavra “lactobacilo” para persuadir mais consumidores. No caso do famoso Yakult, por exemplo, a marca anuncia que o produto tem “lactobacilos vivos”, destinados a melhorar sua saúde de uma maneira geral. Enquanto isso soa como algo inovador, a verdade é que os lactobacilos são um tipo de boas bactéria já que vivem em todo o seu intestino. E, estranhamente, os fabricantes de produtos como o Yakult não dizem o que especificamente essas culturas vivas podem fazer em prol da sua saúde.

E a razão pela qual ninguém anuncia um benefício específico é que ninguém realmente sabe quais eles são. Os lactobacilos vivos certamente não fazem mal nenhum, mas os cientistas estão apenas começando a desvendar os benefícios que eles podem trazer à nossa saúde. Eles suspeitam que se puderem determinar a finalidade de todas as várias bactérias boas que vivem em seres humanos, eles poderiam ser capazes de responder a todos os tipos de outras questões e tratar muitas doenças. Resolver esse enigma provavelmente será uma longa jornada.

8. Porque temos diferentes tipos de sangue?

87

Você provavelmente sabe que os seres humanos possuem tipos sanguíneos diferentes e, se você já fez a boa ação de doar sangue, provavelmente também sabe qual é o seu. Aliás, se você não sabe, procure saber qual é, porque essa informação é extremamente valiosa, especialmente em uma situação de emergência. Receber sangue do tipo errado pode até colocar sua vida em risco.

Como os tipos de sangue evoluíram há 20 milhões de anos, a ciência certamente tem muito o que aprender sobre esse assunto ainda. Contudo, apesar de sabermos como eles funcionam, não sabemos realmente por que eles existem.

Tipos sanguíneos são categorizados pelos diferentes antígenos encontrados nas células do sangue de pessoas de cada tipo. Estes antígenos são sinais para anticorpos que destroem as células estranhas no corpo. Ou seja: os anticorpos não vão causar nenhum problema para os antígenos do tipo correto, mas irão atacam intrusos de tipos sanguíneos diferentes, rejeitando sangues que não sejam compatíveis.

Essa é a parte que os cientistas entendem. Mas não sabemos qual é o propósito desses antígenos. O melhor palpite até agora é que ele tem alguma coisa a ver com doenças. Os cientistas descobriram, por exemplo, que as pessoas com sangue tipo B podem ser mais propensas a serem incomodadas por E. coli, enquanto que aqueles que não fazem parte deste grupo sanguíneo estão perto de serem imunes a uma forma de malária. Embora seja difícil ter certeza do motivo, talvez grupos sanguíneos evoluíram como uma forma de combater doenças infecciosas.

7. O cérebro permanece activo depois duma decapitação?

77

Geralmente, em histórias de ficção, quando uma pessoa é decapitada, ela passa alguns instantes terríveis e aterrorizantes ainda consciente, e algumas vezes até pisca para fazer a gente perder ainda mais o sono. Mas apesar de essas coisas parecerem lenda urbana, a verdade é que não temos certeza de quanto tempo o cérebro pode ficar ativo para dizer se esses roteiros têm ou não fundamento. E um detalhe crucial que dificulta a pesquisa para desvendar esse mistério é que os cientistas não podem sair por aí cortando a cabeça das pessoas para saber o que acontece. A única oportunidade real de coleta de dados foi durante a Revolução Francesa, quando a guilhotina foi o principal método de execução.

Mas mesmo com vários experimentos realizados, só há uma tentativa documentada de comunicar o que acontece imediatamente após a decapitação, e os créditos são de um pesquisador chamado Dr. Gabriel Beaurieux. Depois de chamar várias vezes o nome de um homem que havia sido decapitado, seus olhos se abriram e aparentaram se concentrar brevemente antes de fechar uma última vez. O médico, então, chegou à conclusão de que algumas funções menores permanecem ativas por cerca de 30 segundos após a decapitação, mas ele não foi capaz de determinar se a consciência em si permanece ativa.

6. Os humanos têm feromônios?

67

Farejar em busca de feromônios, especialmente para fins de reprodução, tem sido um comportamento muito observado no reino animal. Isso despertou a curiosidade nos pesquisadores para estudar o possível papel que eles desempenham nas interações humanas, e os resultados têm sido muitas vezes mais confusos do que qualquer outra coisa.

Enquanto muitos estudos têm mostrado que os seres humanos são afetados pelo cheiro, o negócio de feromônios é ligeiramente mais complicado. Por um tempo, os cientistas estavam certos de que não tínhamos sequer um órgão vomeronasal, que é o órgão olfativo que os animais usam para detectar feromônios. Nós temos um muito pequeno, mas não está claro se ele realmente faz alguma coisa. O que a ciência tem mostrado com clareza é que os seres humanos têm os seus próprios cheiros exclusivos, que são provavelmente influenciados geneticamente, assim como as impressões digitais. Por exemplo, bebês muito jovens podem identificar suas mães pelo cheiro, e exposição regular ao cheiro um do outro pode sincronizar um grupo de ciclos menstruais das mulheres. Conclusão: claramente, ainda há muito o que aprender sobre o olfato humano.

5. O que acontece quando uma pessoa é atingida por um raio?

57

Se você já esteve na rua durante uma tempestade, especialmente perto qualquer coisa de metal, ou uma árvore, provavelmente você já pensou sobre o risco de ser atingido por um raio. É uma ideia bastante assustadora, ainda mais sabendo que se isso acontecer, você pode acabar com danos cerebrais permanentes, ou queimaduras gravíssimas, ou até mesmo passar dessa para uma melhor. No entanto, apesar do que parece uma lesão horrível, a maioria das vítimas sobrevivem. Alguns até saem completamente ilesos dessa experiência que tem tudo para ser traumática – e os cientistas não fazem a menor ideia do por quê.

Em uma tentativa de entender melhor essa questão, os pesquisadores foram para a África do Sul, onde as trovoadas são mais comuns e altamente perigosas. Lá, eles descobriram que o raio tem a sua própria maneira de viajar através de nossos corpos e passaram a acreditar que isso tem a ver com a incrível quantidade de energia que passa por nós em um curto espaço de tempo. Há muitas perguntas ainda a responder, mas a expectativa é que, quando as respostas chegarem, vidas poderão ser salvas.

4. Como uma mulher pode não saber que está grávida?

47

Existem vários casos desses. Uma mulher começa a se sentir muito mal, vai para o hospital, e na verdade estava grávida, está prestes a ter um bebê e não fazia a menor ideia. Todo mundo fica com a mesma pergunta na cabeça: COMO ASSIM?

Parece no mínimo estranho uma mulher afirmar que é pega de surpresa quando um ser humano sai de seu próprio corpo. Mas, acredite, acontece. E como é um fenômeno muito raro, é extremamente difícil de estudá-lo a fundo para entender melhor como é possível algo assim acontecer. No entanto, os pesquisadores têm algumas dicas. Um dos motivos que leva uma mulher a não saber que está grávida é ela estar acima do peso – o que significar que ela não pode ganhar muitos mais quilos, e o crescimento de um bebê pode acabar passando despercebido. E aí você pergunta: mas e quando o ciclo menstrual fica interrompido? Pois é, algumas mulheres que estão acima do peso não têm ciclos regulares, e podem ficar longos períodos sem menstruar sem estarem de fato grávidas. Então, esse “sinal de gravidez” também passa despercebido. A verdade é que os médicos ainda estão confusos a respeito de como isso de fato pode acontecer.

3. Como as mitocôndrias funcionam?

314

As mitocôndrias são uma parte essencial dos nossos corpos. Seu propósito é converter todas as coisas que consumimos em energia para que o nosso organismo funcione. Mas, a verdade é que, durante muito tempo, não sabíamos quase nada sobre as organelas microscópicas, e a ciência tem evoluído com passos largos na compreensão desses organismos. Recentemente, os cientistas descobriram como mitocôndrias transferem energia. Eles também aprenderam que elas realmente gostam muito de cálcio, o que às vezes pode causar problemas.

Se as mitocôndrias absorverem cálcio em excesso, pode matar as células, e isso inclusive tem sido associado a doenças como a diabetes do tipo 2. Os pesquisadores acreditam que essas doenças afetam o processo de sinalização pelo qual o corpo diz às mitocôndrias quanto de cálcio devem absorver ou rejeitar. Uma equipe da Harvard conseguiu recentemente catalogar todas as proteínas da mitocôndria, incluindo todos aquelas envolvidas no processo de ingestão de cálcio. Embora ainda não sejam completamente compreendidas, as mitocôndrias são um mistério que em breve pode estar completamente resolvido.

2. Porque temos três ossos no ouvido?

216

Nosso ouvido é formado por três dos menores ossos de todo o corpo humano. Eles são conhecidos como martelo, bigorna e estribo. Até aí, nada fora do normal. Mas as coisas começam a mudar um pouco quando um pesquisador de Stanford, no Estados Unidos, chamado Sunil Puria apontou que, enquanto nós e outros mamíferos possuímos 3 ossos no ouvido, os répteis e aves têm apenas dois, e ninguém entende o porquê dessa diferença.

A melhor teoria de Puria envolve uma estranha doença chamada deiscência do canal semicircular, que pode levar a uma diminuição do tecido no canal do ouvido, o que faz com que as pessoas comecem a ouvir sons que elas normalmente não percebem, como o seu próprio batimento cardíaco. Já pensou? Ouvir todos os barulhos do seu corpo funcionando? Seria no mínimo enlouquecedor. Puria defende, então, que esse terceiro osso seria um mecanismo para minimizar nossa sensibilidade a esses sons, o que de fato colabora muito com a manutenção da nossa sanidade mental. Mas ainda falta muito trabalho para tirar maiores conclusões.

1. Que tipos de bactérias vivem na língua?

116

A boca humana não parece ser um prato cheio para a realização de muito novos estudos, não é? Afinal, sabemos o que os dentes são e como eles funcionam. Entendemos as gengivas e temos um bom controle sobre nosso paladar. Mas o fato é que a língua pode ser um verdadeiro baú do tesouro para novas descobertas.

Médicos de todo o mundo dariam muitas coisas para ter em suas mãos todas as bactérias que vivem na língua humana, para que pudessem estudá-las a fundo, compreender melhor seus comportamentos e funções e quem sabe até salvar mais vidas com as informações descobertas. O problema é que a maioria dessas bactérias não cresce em uma Placa de Petri – peça de vidro ou plástico que cientistas utilizam em laboratórios para fazer a cultura de microrganismos.

Isso complica bastante o processo. Esta falta de entendimento tem provado ser um grande obstáculo para o tratamento de doenças da gengiva, como periodontite. Os médicos não têm nenhuma maneira fácil de tratar a condição, pois muitas bactérias diferentes estão envolvidas, e eles entendem muito pouco sobre elas. [Listverse]

 

Fonte: HypeScience, via Pavablog.

A coisa tá preta…

 

dilma-vaiada

A Copa começou mal.

O Brasil foi levado ao colo por um árbitro sem categoria, que teve influência no resultado. A falta para grande penalidade a favor dos canarinhos não existiu, segundo assegura a imprensa  local e o terceiro golo foi precedido de falta não assinalada a favor da Croácia.

Mais.

A contestação nas ruas continua, em várias cidades do país.

Mais.

A cerimónia de abertura foi pífia e ainda mais frustrante depois de se saber o seu custo elevado: 18 milhões de reais. Ficou a saber a muito pouco.

Mais.

Dilma, a presidANTA, apesar de não ter discursado na cerimónia de abertura, como é tradicional, com receio de ser vaiada, acabou por sê-lo na mesma.

Mais.

A FIFA já veio dizer que este é o Mundial mais mal organizado de sempre. Pudera, ainda nem os estádios estão realmente concluídos…

Apesar de tudo o Brasil é o favorito para vencer esta competição. Mas só lhe ficam mal ajudas destas. E não precisa de ser levado ao colo.

Palavras estranhas

 

Cada imagem abaixo vale apenas uma palavra – palavras estas que são bastante difíceis de explicar, uma vez que não possuem tradução direta o português.

As criativas ilustrações foram criadas por Anjana Iyer, e baseiam-se em uma variedade de línguas, como grego, coreano e tshiluba (falada na República Democrática do Congo).

Palavra do alemão que significa “sentir saudade de um lugar onde você nunca esteve”.
Palavra do alemão que significa “um rosto precisando muito de um soco”.
Palavra do japonês que significa “uma mulher bonita, desde que seja vista por trás”.
Ads by OnlineBrowserAdvertisingAd Options

Palavra do ídiche que significa “uma pessoa cronicamente azarada”.

 

Palavra do japonês que significa “o ato de comprar e não ler um livro, tipicamente formando uma pilha junto com outros livros não lidos”.
Palavra do alemão que significa “a sensação de estar sozinho nas florestas”.
Palavra do russo que significa “uma pessoa que faz muitas perguntas”.
Palavra do japonês que significa “o gosto agridoce de um momento rápido e evanescente de beleza transcendente”.

 

Palavra do polonês que significa “telegrafista dos movimentos de resistência do lado soviético da Cortina de Ferro”.
Palavra do tcheco que significa “dar apenas um toque em um celular para que a outra pessoa ligue de volta e você não precise gastar créditos”.

 

Palavra do italiano que significa “mulher, geralmente idosa e solitária, que se devota a cuidar de gatos de rua”.

 

Palavra do kwangali (idioma do subgrupo banto das línguas nigero-congolesas) que significa “o ato de andar nas pontas dos pés sobre areia quente”.

 

Palavra do francês que significa “rir quietamente na sua barba enquanto pensa em algo que aconteceu no passado”.

 

Palavra do finlandês que significa “um galho de árvore que afundou até o chão de um lago”.

 

Palavra do maori das Ilhas Cook que significa “ter uma perna menor que a outra”.

 

Palavra do japonês que significa “o tipo de efeito de luz disperso e salpicado que ocorre quando o sol brilha através de árvores”.

 

Palavra do irlandês que é um substantivo coletivo para ovos de Páscoa.
Palavra do pascuense (ou rapanui, língua polinésia) que significa “roubar gradualmente todas as posses do vizinho ao emprestá-las e nunca devolvê-las”.

Palavra do norueguês que significa “sentar em um ambiente exterior em um dia ensolarado para tomar uma cerveja”.

 

Palavra do coreano que significa “a relutância de uma pessoa em desistir de uma ilusão”.

 

Palavra do inuíte (região do Ártico na América do Norte) que significa “a frustração de esperar alguém aparecer em sua vida”.

 

 Palavra do tshiluba que significa “uma pessoa pronta para perdoar qualquer abuso da primeira vez, tolerar uma segunda vez, mas nunca uma terceira”.
Palavra do alemão que significa “o prazer obtido a partir da miséria dos outros”.

 

Palavra do finlandês que significa “um grande rebanho de renas”.

 

 Palavra do grego que significa literalmente “histórias com ursos”, que são eventos narrados de maneira tão selvagem e louca que não podem ser verdade.

 

Palavra do japonês que significa “aceitar o ciclo natural de crescimento e decaimento”.

 

Palavra do yagan (língua do povo indígena Yagan da Terra do Fogo) que significa “um olhar significativo e sem palavras entre duas pessoas que desejam iniciar algo, mas estão ambas relutantes em iniciá-lo”.
Fonte: BlogBlux, via Pavablog.

 

 

 

 

Grande final na Luz e Cristiano a encomendar a Bola de Ouro nº. 3

Imagem

Grande jogo, grande final da Champions ontem na Luz. Como disse o Tiago (exibição fantástica) o Atlético teve o pássaro na mão e deixou-o fugir. E fugiu porque, à falta de pernas, a equipa limitou-se a defender na última fase da segunda parte. E quem o faz arrisca-se a sofrer um golo. Foi o que aconteceu. O Real foi para cima do Atlético com tudo e o golo aconteceu. E que golo. Sérgio Ramos foi o homem-chave do jogo (até por ter corrigido a borrada dos eu guarda-redes). Quebrou brutalmente a ilusão e o ânimo do adversário. Mas o homem do jogo não foi ele. Foi Di Maria, que revelou uma fibra fantástica, superando as limitações da sua condição física.

Entretanto, Cristiano Ronaldo bateu mais um recorde (melhor marcador de sempre numa época da Liga dos Campeões) e habilita-se à terceira Bola de Ouro.

Achismos infantis

 

Toda criança sempre algumas pérolas engraçadas. Você de certo já deve ter ouvido alguma criança falando algo e rindo muito com a inocencia dos pequenos. Quando se tem pouca idade, a imaginação é algo sem limites.

O Tumblr “Coisas que eu achava quando era criança” reuniu algumas das melhores pérolas infantis e registrou em seu mini blog., logo após a brincadeira ganhou uma fanpage no facebok e recebeu frases de pessoas de todo o brasil.

Confira algumas das frases:

 

Fonte: Criatives, via Pavablog.

 

 

O gigante adormecido

benficacampeao10

 

“Deixem a China dormir, porque, quando ela acordar, o mundo inteiro tremerá!”

 

A frase terá sido proferida por Napoleão em 1816, na ilha de Santa Helena, ao ouvir do lorde Amherst que uma nova tentativa da Inglaterra estabelecer relações diplomáticas com o governo imperial da China havia fracassado.

Coisa semelhante se poderia dizer relativamente ao Benfica (SLB). Durante muitos anos o FCP soube manter o gigante adormecido. Ou melhor, enquanto o rival do Norte se estruturava, do ponto de vista organizacional e Pinto da Costa estendia a sua influência em diversas direcções, no mundo do futebol, o clube encarnado cometia imensos erros.

A Luz foi-se exaurindo ao longo de três décadas, andando à conta de mecenas, à mercê de empresários desportivos e dando consecutivos tiros nos pés. Faltava-lhe uma estrutura eficaz, uma estratégia de mercado e um líder competente. No plano desportivo tinha dificuldade em reconhecer as superiores potencialidades de atletas ainda jovens e tornou-se, numa certa fase, um entreposto de jogadores, de modo a encher os bolsos de empresários e dirigentes. Até chegou a eleger um vigarista bem-falante como presidente, escrevendo assim uma das páginas mais negras da sua história.

Enquanto isso o Porto crescia em organização, em liderança e no plano desportivo.

Entretanto, Luís Filipe Vieira (LFV) foi-se afirmando como mais do que um simples dirigente comum de futebol – normalmente caracterizados como empresários vaidosos ou interesseiros – e deu prioridade à reestruturação do clube, à devida exploração da sua imensa popularidade, fazendo render a marca e ao reforço da implantação nacional e internacional da instituição. A afirmação desportiva veio depois.

Foi o primeiro a ter um canal de televisão e foi o primeiro a inaugurar o museu que consagra a sua história. Mas este não foi um caminho fácil, pois a massa adepta dos grandes clubes normalmente não tem paciência para esperar por vitórias. Talvez por isso neste final de época LFV tenha ficado praticamente sozinho no palco da glória desportiva, pois há um ano chegou a teimar isolado nas suas ideias, às quais o tempo veio a dar razão.

O facto é que o SLB está perante um momento histórico, no qual terá que demonstrar ser capaz de voltar ou não às antigas veredas do sucesso. Agora, com o clube organizado e estável, regressado às vitórias desportivas e a bater novos recordes, será capaz de consolidar a sua posição?

Um pequeno exemplo da actual eficácia do markting encarnado: no dia seguinte à final da Taça de Portugal tinha na minha caixa de correio uma proposta para sócio do clube…

E se, como tudo leva a crer, estivermos perante o fim de ciclo do pintocostismo no FCP? A força das últimas décadas dos portistas tem sido um presidencialismo puro. O problema de qualquer organização é quando se torna necessário substituir um líder assim tão forte.

E o Sporting? Será capaz de se erguer da situação em que se encontra, apesar de ser o clube mais eclético de Portugal e de possuir a melhor escola de formação de jogadores?

Uma coisa é certa. O Benfica é um gigante que pode estar a acordar de um sono de muitos anos. Assim haja cabeça.

E não deixa de ser curioso que é no ano em que morrem Eusébio e Coluna que o SLB dá um pulo de afirmação…

 

10277038_795378477139186_194524337708969863_n

 

 

 

A reinvenção da roda

 

Gilad Wolf, um agricultor israelita, literalmente reinventou a roda. Após ter partido a pélvis, Gilad tentou usar a sua cadeira de rodas normal no seu trabalho agrícola, mas, obviamente, não conseguiu, porque simplesmente as cadeiras de rodas tradicionais não estão adaptadas às más condições do terreno nos campos agrícolas.

Gilad tentou melhorar o conceito de cadeira de rodas para tentar transformar a sua numa que funcionasse nos seus campos. Cedo descobriu que, se queria manter a cadeira leve, não podia usar um sistema de suspensão tradicional aplicado ao eixo. A suspensão tinha que ser aplicada às próprias rodas. Testou alguns conceitos e, por fim, quando chegou a uma solução que podia resolver o problema levou a ideia ao acelerador de tecnologias médicas Rad-BioMed em Tel-Aviv que o ajudou a passar do papel a um produto comercial chamado SoftWheel.

A Softwheel é uma roda que tem três raios que também são amortecedores que servem para absorver as irregularidades do terreno antes que estas afectem o passageiro da cadeira de rodas. Mas também funciona numa bicicleta.

Os primeiros exemplares vão começar a chegar ao mercado no final deste ano a 2000 dólares o par (cerca de 1400 euros).

 

Fonte: Reuters, via PC Guia.

Segredos egípcios

 

egypt

 

Uma civilização antiga, sem a ajuda de tecnologia moderna, conseguiu mover pedras de 2,5 toneladas para compor suas famosas pirâmides. Mas como? A pergunta aflige egiptólogos e engenheiros mecânicos há séculos. Mas agora, uma equipe da Universidade de Amsterdã acredita ter descoberto o segredo – e a solução estava na nossa cara o tempo todo.

Tudo se resume ao atrito. Os antigos egípcios transportavam sua carga rochosa através das areias do deserto: dezenas de escravos colocavam as pedras em grandes “trenós”, e as transportavam até o local de construção. Na verdade, os trenós eram basicamente grandes superfícies planas com bordas viradas para cima.

Quando você tenta puxar um trenó desses com uma carga de 2,5 toneladas, ele tende a afundar na areia à frente dele, criando uma elevação que precisa ser removida regularmente antes que possa se ​​tornar um obstáculo ainda maior.

A areia molhada, no entanto, não faz isso. Em areia com a quantidade certa de umidade, formam-se pontes capilares – microgotas de água que fazem os grãos de areia se ligarem uns aos outros -, o que dobra a rigidez relativa do material. Isso impede que a areia forme elevações na frente do trenó, e reduz pela metade a força necessária para arrastar o trenó. Pela metade.

thesetupinth

Ou seja, o truque é molhar a areia à frente do trenó. Como explica o comunicado à imprensa da Universidade de Amsterdã:

Os físicos colocaram, em uma bandeja de areia, uma versão de laboratório do trenó egípcio. Eles determinaram tanto a força de tração necessária e a rigidez da areia como uma função da quantidade de água na areia. Para determinar a rigidez, eles usaram um reômetro, que mostra quanta força é necessária para deformar um certo volume de areia.

Os experimentos revelaram que a força de tração exigida diminui proporcionalmente com a rigidez da areia… Um trenó desliza muito mais facilmente sobre a areia firme [e úmida] do deserto, simplesmente porque a areia não se acumula na frente do trenó, como faz no caso da areia seca.

wallpainting

Estas experiências servem para confirmar o que os egípcios claramente já sabiam, e o que nós provavelmente já deveríamos saber. Imagens dentro do túmulo de Djehutihotep, descoberto na Era Vitoriana, descrevem uma cena de escravos transportando uma estátua colossal do governante do Império Médio; e nela, há um homem na frente do trenó derramando líquido na areia. Você pode vê-lo na imagem acima, à direita do pé da estátua.

Agora podemos finalmente declarar o fim desta caçada científica. O estudo foi publicado na Physical Review Letters.

 

Fonte: Gizmodo, via Pavablog.

 

 

Nomes de bandas com ilustração literal

 

O estúdio de design gráfico espanhol Tata&Friends criou a série Rock Band Icons em tributo a suas bandas favoritas. Os cartazes ilustram os nomes dessas bandas com imagens simples e mensagens literais, confira abaixo.

tatafriends-illustrate-rock-bands-with-simple-icons-ignant-07tatafriends-illustrate-rock-bands-with-simple-icons-ignant-06tatafriends-illustrate-rock-bands-with-simple-icons-ignant-05tatafriends-illustrate-rock-bands-with-simple-icons-ignant-03tatafriends-illustrate-rock-bands-with-simple-icons-ignant-02tatafriends-illustrate-rock-bands-with-simple-icons-ignant-01

 

Fonte: Blue Bus, via Pavablog.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bizarrices e não só

 

Escolhemos 37 fotografias do passado. As pessoas faziam muitas coisas de forma muito diferente naquela época, mas algumas coisas continuam iguais. O mais antigo selfie conhecido, datando de 1839. Robert Cornelius tirou essa foto de si mesmo e tornou-se famoso por criar o primeiro auto-retrato ou o que chamamos de selfie.

 

Pessoas posam ao lado da Estátua da Liberdade, uma vez que foi trazida da França em 1886.

 

Jovem posa com suas novas próteses em 1900.

 

Ads by OnlineBrowserAdvertisingAd Options

Mulher “outdoor” em 1900.

 

Annette Kellerman, ativista dos direitos das mulheres, no traje de banho de uma peça que levou à sua prisão por indecência em 1907.

 

Um homem acordando seus clientes. Este era o despertador no início do século 20.

 

Ads by OnlineBrowserAdvertisingAd Options

Um policial em uma Harley e uma cela móvel em 1921.

 

Duas das vencedoras de um concurso de beleza em 1922.

 

O leão da MGM em uma sessão de fotos.

 

Ads by OnlineBrowserAdvertisingAd Options

Assim que os fabricantes de ônibus duplos de Londres provavam aos funcionários que eles não corriam perigo de queda, em 1933.

 

A encomenda postal foi iniciada em 1913, pouco depois que dois filhos foram enviados por um carteiro.

 

Antiproibicionistas zombam de seus oponentes em 1919.

 

Ads by OnlineBrowserAdvertisingAd Options

Barris de álcool foram jogados durante a proibição, em Detroit, na década de 1920.
Trajes de banho não eram autorizados a terminar mais de 6 centímetros acima do joelho em 1920.
Um casal desfrutando de um velha tirolesa em 1923.
Ads by OnlineBrowserAdvertisingAd Options

Este estranho capacete era usado para ajudar o usuário a ficar atento, o tornando temporariamente  surdo usuário e limitando sua visão e oxigênio.
Comunistas demonstram um grande porco esculpido em 1920.
Uma máscara que protegia contra os danos do sol em 1920.
Monte Rushmore, em 1927, antes que os rostos foram esculpidos.
Um tratador dá banho em pinguins na década de 1930.
Coletes salva-vidas na década de 1930.
Gaiolas bebê penduradas do lado de fora dos apartamentos para as crianças obter luz solar em 1930.
Coco Chanel e Salvador Dali compartilham um cigarro em 1938.
Soldados da Segunda Guerra Mundial se despedem de suas esposas.
Marilyn Monroe trabalhando em uma fábrica da Segunda Guerra Mundial, em 1944.
Um menino austríaco animado com seus sapatos novos em 1946.
Um urso bebê bebe uma taça de mel em um café, em 1950.
Um jovem Paul McCartney faz um selfie em um espelho em 1959.
Óculos de televisão em 1963.

Fonte: Blogblux, via Pavablog.

 

 

Dez vezes em que Os Simpsons previram o futuro de forma surpreendente

Hoje iremos mostrar uma lista com coincidências (ou não) parecidas que aconteceram em alguns episódios do seriado Os Simpsons. Sim, é mais estranho do que parece, e você vai concordar comigo. Confira a seguir 10 surpreendentes previsões (ou coincidências) encontradas em episódios dos Simpsons:

1. Uma câmera GoPro

simpsons-previsoes-futuro_1

No episódio “Homer e Apu” de 1994, um programa de notícias investigativo pede para Homer vestir um chapéu equipado com uma câmera para flagrar Apu vendendo comida estragada do Kwik-E-Mart. Vinte anos depois, as câmeras GoPro estão entre nós.


2. Smartwatches

simpsons-previsoes-futuro_2

Em “O Casamento de Lisa”, um episódio futurista que rolou em 1995, o noivo de Lisa faz uma chamada telefônica a partir de seu relógio de pulso. Dezenove anos depois, a tecnologia “vestível” começa a aparecer com o lançamento do Samsung Galaxy Gear e o Pebble.


3. Bolos impressos em 3D

simpsons-previsoes-futuro_3

No episódio “Drama-Futuro” de 2005, Marge pega uma câmera e fotografa Bart e Lisa, na noite de seu baile de formatura. A imagem aparentemente normal da Polaroid cresce rapidamente e se transforma em um bolo com Bart e Lisa estampados na parte de cima dele. Nove anos mais tarde, alimentos impressos em impressoras 3D começam a ser discutidos em grandes convenções tecnologia.


4. Selfies

simpsons-previsoes-futuro_4

Selfies já existem faz tempo, mas não há tanto tempo assim, e nunca se fala tanto neles quanto atualmente. No episódio “Vocações separadas” de 1992, Bart captura um selfie no espelho além de fotos incriminadoras de Homer devorando um bolo de chocolate que a Marge fez.


5. Espionagem da NSA

simpsons-previsoes-futuro_5

Nesta cena do filme do Simpsons de 2007, Marge, Lisa e Bart estão fugindo e conversam em um trem enquanto tentam resgatar Springfield da destruição. Na conversa deles dentro do trem, Lisa avisa aos dois para não falarem alto, para terem cuidado a a altura da voz pois alguém poderia estar espionando eles. Marge garante a Lisa que ninguém do governo poderia os escutar ali, momentos após surge uma cena que sugere que a NSA estaria de fato espionando o que eles estão dizendo, já planejando prendê-los logo após.


6. A lenta dominação do mundo pela Google

simpsons-previsoes-futuro_6

No episódio futurista “Feriados de um Futuro Passado,” Lisa admite que embora o Google tenha escravizado metade do mundo, “é ainda um motor de busca extremamente excelente.” Embora a Google (ainda) não tenha conseguido dominar o mundo, está certamente tentando se infiltrar em quase todos os aspectos de nossas vidas. Ou você ainda acha que estas propagandas do Google que exibem exatamente as coisas que você gosta (que inclusive aparecem aí na lateral do nossoblog) são mera coincidência?


7. Corretores ortográficos

simpsons-previsoes-futuro_7

No episódio “Lisa no gelo” de 1994, o valentão da escola Dolph tenta fazer uma anotação em seu Newton da Apple, escrevendo: “Beat up, Martin.” Após escrever a nota, ele acaba se desapontando ao descobrir que o dispositivo mudou automaticamente seu recado para “Eat Up, Martha.” Hoje em dia o corretor ortográfico do iPhone pode ser de grande ajuda, mas também é um implacável causador de mal entendidos.


8. Videoconferências

simpsons-previsoes-futuro_8

Novamente no episódio futurista “O casamento de Lisa,” de 1995, Lisa e Marge conversam em um telefone antigo com um mini display integrado, características evidentes das videoconferências que temos hoje em dia.


9. Escutas telefônicas da NSA

simpsons-previsoes-futuro_9

No episódio de 1997 “El Viaje Misterioso de Nuestro Jomer (A misteriosa viagem de Homer)”, uma cena mostra um corte entre a sala e o quarto no andar de cima da casa deles. O curioso é que entre os dois ambientes, no assoalho, há fios de escuta telefônica marcados com as etiquetas da NSA, FBI e da CIA.


10. Tradutor de choro de bebês

simpsons-previsoes-futuro_10

Fonte: Cine Racional, via Pavablog.

Este mundo louco

 

Antes de morrer, um motociclista dos Estados Unidos pediu para ser enterrado com a sua Harley Davidson. O corpo de Billy Standley foi sentado em cima do veículo e circulou num caixão transparente, para que os amigos pudessem ver o seu último passeio de moto. No cemitério, uma sepultura foi escavada especialmente para os dois.

Fico à espera para ver o enterro de um operador de grua, de um tratador de elefante ou de um piloto de Boing…

Morto trabalha durante uma semana

Ninguém notou que um dos funcionários de uma editora estava morto há cinco dias, sentado à secretária. George Turklebaum, 51 anos, que trabalhava como revisor numa firma de Nova Iorque há uns anos, sofreu um ataque cardíaco no local de trabalho, um open space que partilhava com outros 23 funcionários.

Morreu tranquilamente numa segunda-feira, mas ninguém notou até à manhã do sábado seguinte, quando um empregado de limpeza lhe perguntou porque ainda estava a trabalhar no fim-de-semana.

O seu chefe, Elliot Wachiaski, disse: - “O George era sempre o primeiro a chegar todos os dias e o último a sair no final do expediente, por isso ninguém achou estranho que ele estivesse sempre na mesma posição e não dissesse nada. Estava sempre muito envolvido no seu trabalho e fazia-o de forma solitária.”

A autópsia revelou que estava morto há cinco dias, vitimado por um ataque cardíaco.

SUGESTÃO: De vez em quando acene para os seus colegas de trabalho. Certifique-se de que eles estão vivos e mostre que você também está!

MORAL DA HISTÓRIA: Não trabalhe demais. Ninguém nota…

Idosos são grupo que mais cresce no Facebook

17583.30946-Idosos-computadorParticipação de usuários acima de 65 anos cresceu 10% em 2013 nos Estados Unidos.

 

Quando Mark Zuckerberg criou o Facebook enquanto estudava em Harvard, provavelmente, não imaginava a terceira idade como o principal nicho de mercado de sua plataforma. Mas, quase uma década depois, o futuro dessa rede social depende cada vez mais de sua adoção entre os idosos.

Em 2013, os maiores de 65 anos foram o grupo que mais cresceu na maioria das redes sociais nos Estados Unidos, incluindo Facebook e Twitter, aumento que contrasta com uma leve diminuição no número de usuários mais jovens, segundo um levantamento recente do Centro de Pesquisas Pew. Agora, portanto, os jovens não só compartilham o espaço virtual com seus pais e tios, mas também com seus avós.

A pesquisa revela que, embora o Facebook continue reinando entre as redes, seu alcance é tão grande que começa a chegar ao limite. Além disso, um crescente número de usuários já divide seu tempo entre várias redes sociais.

Segundo o Pew, 71% dos internautas americanos têm um perfil no Facebook, representando 4% a mais em relação ao fim de 2012. Mas esse aumento se deve unicamente aos maiores de 30 anos e, sobretudo, à sua expansão entre os maiores de 65 anos.

Ler artigo completo aqui.

Palavras perdidas (1316)

“El secularismo moderno consideró que el hombre era incapaz de experimentar la trascendencia. Cegado por la idea cientifista de que sólo podía considerarse real aquello de lo que tuviésemos evidencia, determinó a priori que la idea de Dios era ilusoria. Este paradigma se ha resquebrajado, de un modo u otro, lo divino aparece en el horizonte.”

Juan Jesús Cañete Olmedo

Truques de negócios

O gerente geral de uma cadeia de hotéis viajou desde Nova Iorque para Seul, pela segunda vez no espaço de um ano.

Ao chegar ao hotel onde devia hospedar-se foi recebido calorosamente com um “Bem-vindo de novo, senhor, que bom vê-lo outra vez no nosso hotel”.

Duvidando de que o recepcionista tivesse tão boa memória e surpreendido pela recepção, decidiu que no regresso imporia igual sistema de tratamento ao cliente na cadeia hoteleira que administrava.

Quando chegou reuniu todos os gerentes pedindo-lhes para desenvolverem uma estratégia ad-hoc para tal pretensão. Os gerentes propuseram então implementar um software de reconhecimento de rostos, uma base de dados actualizada diariamente, câmaras especiais, com um tempo de resposta em micro-segundos, assim como a pertinente formação dos empregados, cujo custo aproximado seria de 2,5 milhões de dólares. Mas o gerente geral descartou a ideia devido aos custos elevadíssimos.

Meses depois, na sua terceira viagem a Seul, tendo sido recebido da mesma maneira, ofereceu uma boa gratificação ao recepcionista para que lhe revelasse como o faziam.
O recepcionista disse-lhe então: “Aqui temos um acordo com os taxistas do aeroporto. Durante o trajecto eles perguntam ao passageiro se já antes se hospedou neste hotel e, se a resposta for afirmativa, eles, à chegada ao hotel, depositam as malas do hóspede do lado direito do balcão de atendimento. Se o cliente chega pela primeira vez, as malas são colocadas do lado esquerdo. O taxista é gratificado com um dólar pelo seu trabalho.”