Arquivo da Categoria: Ciência, Tecnologia, Inovação, Desporto, Curiosidades, Ecos

Dez vezes em que Os Simpsons previram o futuro de forma surpreendente

Hoje iremos mostrar uma lista com coincidências (ou não) parecidas que aconteceram em alguns episódios do seriado Os Simpsons. Sim, é mais estranho do que parece, e você vai concordar comigo. Confira a seguir 10 surpreendentes previsões (ou coincidências) encontradas em episódios dos Simpsons:

1. Uma câmera GoPro

simpsons-previsoes-futuro_1

No episódio “Homer e Apu” de 1994, um programa de notícias investigativo pede para Homer vestir um chapéu equipado com uma câmera para flagrar Apu vendendo comida estragada do Kwik-E-Mart. Vinte anos depois, as câmeras GoPro estão entre nós.


2. Smartwatches

simpsons-previsoes-futuro_2

Em “O Casamento de Lisa”, um episódio futurista que rolou em 1995, o noivo de Lisa faz uma chamada telefônica a partir de seu relógio de pulso. Dezenove anos depois, a tecnologia “vestível” começa a aparecer com o lançamento do Samsung Galaxy Gear e o Pebble.


3. Bolos impressos em 3D

simpsons-previsoes-futuro_3

No episódio “Drama-Futuro” de 2005, Marge pega uma câmera e fotografa Bart e Lisa, na noite de seu baile de formatura. A imagem aparentemente normal da Polaroid cresce rapidamente e se transforma em um bolo com Bart e Lisa estampados na parte de cima dele. Nove anos mais tarde, alimentos impressos em impressoras 3D começam a ser discutidos em grandes convenções tecnologia.


4. Selfies

simpsons-previsoes-futuro_4

Selfies já existem faz tempo, mas não há tanto tempo assim, e nunca se fala tanto neles quanto atualmente. No episódio “Vocações separadas” de 1992, Bart captura um selfie no espelho além de fotos incriminadoras de Homer devorando um bolo de chocolate que a Marge fez.


5. Espionagem da NSA

simpsons-previsoes-futuro_5

Nesta cena do filme do Simpsons de 2007, Marge, Lisa e Bart estão fugindo e conversam em um trem enquanto tentam resgatar Springfield da destruição. Na conversa deles dentro do trem, Lisa avisa aos dois para não falarem alto, para terem cuidado a a altura da voz pois alguém poderia estar espionando eles. Marge garante a Lisa que ninguém do governo poderia os escutar ali, momentos após surge uma cena que sugere que a NSA estaria de fato espionando o que eles estão dizendo, já planejando prendê-los logo após.


6. A lenta dominação do mundo pela Google

simpsons-previsoes-futuro_6

No episódio futurista “Feriados de um Futuro Passado,” Lisa admite que embora o Google tenha escravizado metade do mundo, “é ainda um motor de busca extremamente excelente.” Embora a Google (ainda) não tenha conseguido dominar o mundo, está certamente tentando se infiltrar em quase todos os aspectos de nossas vidas. Ou você ainda acha que estas propagandas do Google que exibem exatamente as coisas que você gosta (que inclusive aparecem aí na lateral do nossoblog) são mera coincidência?


7. Corretores ortográficos

simpsons-previsoes-futuro_7

No episódio “Lisa no gelo” de 1994, o valentão da escola Dolph tenta fazer uma anotação em seu Newton da Apple, escrevendo: “Beat up, Martin.” Após escrever a nota, ele acaba se desapontando ao descobrir que o dispositivo mudou automaticamente seu recado para “Eat Up, Martha.” Hoje em dia o corretor ortográfico do iPhone pode ser de grande ajuda, mas também é um implacável causador de mal entendidos.


8. Videoconferências

simpsons-previsoes-futuro_8

Novamente no episódio futurista “O casamento de Lisa,” de 1995, Lisa e Marge conversam em um telefone antigo com um mini display integrado, características evidentes das videoconferências que temos hoje em dia.


9. Escutas telefônicas da NSA

simpsons-previsoes-futuro_9

No episódio de 1997 “El Viaje Misterioso de Nuestro Jomer (A misteriosa viagem de Homer)”, uma cena mostra um corte entre a sala e o quarto no andar de cima da casa deles. O curioso é que entre os dois ambientes, no assoalho, há fios de escuta telefônica marcados com as etiquetas da NSA, FBI e da CIA.


10. Tradutor de choro de bebês

simpsons-previsoes-futuro_10

Fonte: Cine Racional, via Pavablog.

Este mundo louco

 

Antes de morrer, um motociclista dos Estados Unidos pediu para ser enterrado com a sua Harley Davidson. O corpo de Billy Standley foi sentado em cima do veículo e circulou num caixão transparente, para que os amigos pudessem ver o seu último passeio de moto. No cemitério, uma sepultura foi escavada especialmente para os dois.

Fico à espera para ver o enterro de um operador de grua, de um tratador de elefante ou de um piloto de Boing…

Morto trabalha durante uma semana

Ninguém notou que um dos funcionários de uma editora estava morto há cinco dias, sentado à secretária. George Turklebaum, 51 anos, que trabalhava como revisor numa firma de Nova Iorque há uns anos, sofreu um ataque cardíaco no local de trabalho, um open space que partilhava com outros 23 funcionários.

Morreu tranquilamente numa segunda-feira, mas ninguém notou até à manhã do sábado seguinte, quando um empregado de limpeza lhe perguntou porque ainda estava a trabalhar no fim-de-semana.

O seu chefe, Elliot Wachiaski, disse: - “O George era sempre o primeiro a chegar todos os dias e o último a sair no final do expediente, por isso ninguém achou estranho que ele estivesse sempre na mesma posição e não dissesse nada. Estava sempre muito envolvido no seu trabalho e fazia-o de forma solitária.”

A autópsia revelou que estava morto há cinco dias, vitimado por um ataque cardíaco.

SUGESTÃO: De vez em quando acene para os seus colegas de trabalho. Certifique-se de que eles estão vivos e mostre que você também está!

MORAL DA HISTÓRIA: Não trabalhe demais. Ninguém nota…

Idosos são grupo que mais cresce no Facebook

17583.30946-Idosos-computadorParticipação de usuários acima de 65 anos cresceu 10% em 2013 nos Estados Unidos.

 

Quando Mark Zuckerberg criou o Facebook enquanto estudava em Harvard, provavelmente, não imaginava a terceira idade como o principal nicho de mercado de sua plataforma. Mas, quase uma década depois, o futuro dessa rede social depende cada vez mais de sua adoção entre os idosos.

Em 2013, os maiores de 65 anos foram o grupo que mais cresceu na maioria das redes sociais nos Estados Unidos, incluindo Facebook e Twitter, aumento que contrasta com uma leve diminuição no número de usuários mais jovens, segundo um levantamento recente do Centro de Pesquisas Pew. Agora, portanto, os jovens não só compartilham o espaço virtual com seus pais e tios, mas também com seus avós.

A pesquisa revela que, embora o Facebook continue reinando entre as redes, seu alcance é tão grande que começa a chegar ao limite. Além disso, um crescente número de usuários já divide seu tempo entre várias redes sociais.

Segundo o Pew, 71% dos internautas americanos têm um perfil no Facebook, representando 4% a mais em relação ao fim de 2012. Mas esse aumento se deve unicamente aos maiores de 30 anos e, sobretudo, à sua expansão entre os maiores de 65 anos.

Ler artigo completo aqui.

Palavras perdidas (1316)

“El secularismo moderno consideró que el hombre era incapaz de experimentar la trascendencia. Cegado por la idea cientifista de que sólo podía considerarse real aquello de lo que tuviésemos evidencia, determinó a priori que la idea de Dios era ilusoria. Este paradigma se ha resquebrajado, de un modo u otro, lo divino aparece en el horizonte.”

Juan Jesús Cañete Olmedo

Truques de negócios

O gerente geral de uma cadeia de hotéis viajou desde Nova Iorque para Seul, pela segunda vez no espaço de um ano.

Ao chegar ao hotel onde devia hospedar-se foi recebido calorosamente com um “Bem-vindo de novo, senhor, que bom vê-lo outra vez no nosso hotel”.

Duvidando de que o recepcionista tivesse tão boa memória e surpreendido pela recepção, decidiu que no regresso imporia igual sistema de tratamento ao cliente na cadeia hoteleira que administrava.

Quando chegou reuniu todos os gerentes pedindo-lhes para desenvolverem uma estratégia ad-hoc para tal pretensão. Os gerentes propuseram então implementar um software de reconhecimento de rostos, uma base de dados actualizada diariamente, câmaras especiais, com um tempo de resposta em micro-segundos, assim como a pertinente formação dos empregados, cujo custo aproximado seria de 2,5 milhões de dólares. Mas o gerente geral descartou a ideia devido aos custos elevadíssimos.

Meses depois, na sua terceira viagem a Seul, tendo sido recebido da mesma maneira, ofereceu uma boa gratificação ao recepcionista para que lhe revelasse como o faziam.
O recepcionista disse-lhe então: “Aqui temos um acordo com os taxistas do aeroporto. Durante o trajecto eles perguntam ao passageiro se já antes se hospedou neste hotel e, se a resposta for afirmativa, eles, à chegada ao hotel, depositam as malas do hóspede do lado direito do balcão de atendimento. Se o cliente chega pela primeira vez, as malas são colocadas do lado esquerdo. O taxista é gratificado com um dólar pelo seu trabalho.”

O bom serviço público da TVI24

 Eusébio travado em falta na jogada mais emocionante do Portugal-Coreia do Norte (1966): ainda não havia cartões vermelhos.

É o mais célebre jogo de sempre da selecção nacional de futebol – aquele de que todos falavam mas poucos tinham visto. Até agora. Porque a TVI24, numa verdadeira missão de serviço público, lembrou-se em boa hora de o transmtir na íntegra a pretexto da morte de Eusébio, marcador de quatro dos cinco golos portugueses dessa partida.

Aconteceu na quarta-feira e apesar das imagens serem a preto e branco – o jogo realizou-se a 23 de Julho de 1966 - a emissão resultou num enorme sucesso: o canal de notícias da TVI no cabo obteve o maior número de sempre de espectadores, com 4,8% de audiência média e uma quota de audiência de 9,8%. Quase meio milhão de pessoas acompanhou o desafio no serão de anteontem.

(Continuar a ler aqui.)

Nem sempre as soluções mais sofisticadas e caras constituem resposta eficaz

Em 1970, um cidadão japonês enviou uma carta a uma fábrica de sabonetes de Tokio, reclamando ter adquirido uma caixa de sabonetes que, ao abri-la, estava vazia. A reclamação colocou em marcha todo um programa de gestão administrativa e operativa; os engenheiros da fábrica receberam instruções para desenhar um sistema que impedisse que este problema voltasse a repetir-se.

Depois de muita discussão, os engenheiros chegaram ao acordo de que o problema tinha sido desencadeado na cadeia de empacotamento dos sabonetes, onde uma caixita em movimento não foi cheia com o sabonete respectivo.
Por indicação dos engenheiros desenhou-se e instalou-se uma sofisticada máquina de raios “X”, com monitores de alta resolução, operada por dois trabalhadores encarregados de vigiar todas as caixas de sabonete que saíam da linha de empacotamento para que, dessa maneira, se assegurasse de que nenhuma ficaria vazia. O custo dessa máquina superou os 250,000 dólares.

Quando a máquina de raios “X” começou a falhar ao fim de cinco meses de ser operada pelos três turnos da empresa, um trabalhador da área de empacotamento pediu emprestado um potente ventilador (ventoinha) e apenas o apontou na direcção da parte final da passadeira transportadora. À medida que as caixinhas avançavam nessa direcção, as que estavam vazias simplesmente saíam voando da linha de empacotamento, por estarem mais leves…

2013 in review

The WordPress.com stats helper monkeys prepared a 2013 annual report for this blog.

Here’s an excerpt:

The Louvre Museum has 8.5 million visitors per year. This blog was viewed about 110,000 times in 2013. If it were an exhibit at the Louvre Museum, it would take about 5 days for that many people to see it.

Click here to see the complete report.

Quando o canto do grilo parece humano

cricket_wallpaper-205189-630x300

É por isso que eu amo a internet, as pessoas são surpreendentemente incríveis! Quem pensaria em fazer o que o compositor Jim Wilson fez? Algo tão simples e, até agora, ninguém tinha feito. Quem diria que por trás do canto do grilo, que já tem a sua beleza quanto a sua natureza, haveria cantos angelicais?

 

 

Na gravação contém duas faixas tocando ao mesmo tempo, uma de como ouvimos em velocidade normal, e a outra está desacelerada, a voz que aparece na gravação explica isso. A ideia e o resultado foram tão surpreendentes que a repercussão chegou aos ouvidos do grande Tom Waits, aclamado criador de trilhas sonoras maravilhosas, como a do Clube da Luta, Os 12 Macacos, The Walking Dead, entre outras, elogiou a genialidade de Jim:

Wilson está sempre brincando com o tempo. Recentemente ouvi uma gravação de canto de grilo desacelerado. Parece como um coro, soa como música de anjos. Algo mágico, celestial com harmonia e partes de baixo, você não acreditaria. É como um pedaço do céu, e foi apenas porque ele desacelerou, não manipulou a gravação em nada. Então eu acredito que quando Wilson desacelera as coisas é porque isso dá a ele a chance de ver as coisas se movendo através do espaço. E isso é algo que deve ser dito para o mundo, desacelere.

Fonte: QGA, via Pavablog.

20 coisas que talvez não saiba sobre a LEGO

 

1. “LEGO” vem da frase dinamarquesa “leg godt”, que significa “brinque bem”.

"LEGO" vem da frase dinamarquesa "leg godt", que significa "brinque bem".

2. A empresa teve o seu início quando Ole Kirk Christiansen, um carpinteiro, perdeu o seu negócio e começou a fazer brinquedos com as suas sobras de madeira.

A empresa teve o seu início quando Ole Kirk Christiansen, um carpinteiro, perdeu o seu negócio e começou a fazer brinquedos com as suas sobras de madeira.

negócio decolou e eventualmente evoluiu para o império gigante de Lego.

3. Originalmente chamado de “Tijolos Vinculativos Automáticos”, a LEGO não foi a primeira a comercializar o brinquedo. A Kiddicraft tem essa distinção, e a LEGO apenas melhorou o design.

Originalmente chamado de "Tijolos Vinculativos Automáticos", a LEGO não foi a primeira a comercializar o brinquedo. A Kiddicraft tem essa distinção, e a LEGO apenas melhorou o design.

“Tijolos Vinculativos Automáticos”

4. Em 2002, a LEGO processou o fabricante Chinês de “Coko Bricks”: blocos de construção muito similares aos blocos da LEGO. A Coko teve que cessar a sua produção e publicar um pedido formal de desculpas.

Em 2002, a LEGO processou o fabricante Chinês de "Coko Bricks": blocos de construção muito similares aos blocos da LEGO. A Coko teve que cessar a sua produção e publicar um pedido formal de desculpas.

5. No início, os personagens de LEGO não tinham face, sexo, braços ou pernas móveis.

Lego

Lego

As figuras da esquerda são as primeiras versões de LEGO produzidas, em comparação com as peças produzidas atualmente.

6. 560 bilhões de peças LEGO foram produzidas até o ano de 2013. São 80 peças de LEGO para cada pessoa existente no planeta.

560 bilhões de peças LEGO foram produzidas até o ano de 2013. São 80 peças de LEGO para cada pessoa existente no planeta.

7. A LEGO é a maior produtora do mundo de rodas de borracha – maior do que a Bridgestone, maior do que a Goodyear, maior do que qualquer outra.

A LEGO é a maior produtora do mundo de rodas de borracha - maior do que a Bridgestone, maior do que a Goodyear, maior do que qualquer outra.

Eles produzem mais que 306 milhões de mini rodas de borracha por ano.

8. A mais alta torre de LEGO já construída tinha 94 pés de altura e utilizou 465.000 blocos.

A mais alta torre de LEGO já construída tinha 94 pés de altura e utilizou 465.000 blocos.

9. Em 2009, uma casa de tamanho real foi construída com 3.3 milhões de peças de LEGO. 1.000 voluntários ajudaram a montá-la.

 

 

10. Existem 50 jogos de vídeo-game baseados em LEGO.

Existem 50 jogos de vídeo-game baseados em LEGO.

Lego/Warner Bros.

11. O processo de fabricação é tão otimizado que apenas 18 de cada um milhão de peças não atingem o padrão da empresa.

O processo de fabricação é tão otimizado que apenas 18 de cada um milhão de peças não atingem o padrão da empresa.

Kevork Djansezian / Getty Images

12. A cada segundo, sete conjuntos de LEGO são vendidos. Durante o tempo que se leva para ler esta frase, dúzias de conjuntos são vendidos ao redor do mundo.

A cada segundo, sete conjuntos de LEGO são vendidos. Durante o tempo que se leva para ler esta frase, dúzias de conjuntos são vendidos ao redor do mundo.

Bloomberg / Getty Images

13. Existem 915 milhões de jeitos diferentes de combinar apenas seis únicas peças de LEGO.

Existem 915 milhões de jeitos diferentes de combinar apenas seis únicas peças de LEGO.

Kevork Djansezian / Getty Images

Segundo a edição especial da National Geographic MegaFactories: LEGO, as possibilidades são quase intermináveis.

14. O maior conjunto comercial de LEGO é o do Taj Majal, com 5.922 peças.

O maior conjunto comercial de LEGO é o do Taj Majal, com 5.922 peças.

Lego Group

15. Não existem conjuntos de LEGO diretamente ligados ao tema militar. Ole Kirk Christiansen não queria fazer com que a guerra fosse interessante para as crianças.

Não existem conjuntos de LEGO diretamente ligados ao tema militar. Ole Kirk Christiansen não queria fazer com que a guerra fosse interessante para as crianças.

Kevork Djansezian / Getty Images

16. Em 2011, como parte do programa “LEGO Bricks in Space”, astronautas levaram 13 conjuntos de LEGO para a Estação Espacial para ver como eles reagiam à micro gravidade.

Em 2011, como parte do programa "LEGO Bricks in Space", astronautas levaram 13 conjuntos de LEGO para a Estação Espacial para ver como eles reagiam à micro gravidade.

Bloomberg / Getty Images

17. Falando sobre o espaço, há peças suficientes de LEGO para serem empilhadas da Terra até a Lua… dez vezes.

Falando sobre o espaço, há peças suficientes de LEGO para serem empilhadas da Terra até a Lua... dez vezes.

Bloomberg / Getty Images

18. Legoland, a série de parques temáticos da LEGO, existe em impressionantes sete locais ao redor do mundo.

Legoland, a série de parques temáticos da LEGO, existe em impressionantes sete locais ao redor do mundo.

Kevork Djansezian / Getty Images

Billund, Califórnia, Florida, Malásia, Windsor, Günzburg e Discovery Center em Manchester.

 

19. LEGO é mais do que um simples brinquedo, é uma forma de arte. Nathan Sawaya é o mais importante artista de LEGO no mundo e ele já fez exposições em museus por todo os Estados Unidos.

LEGO é mais do que um simples brinquedo, é uma forma de arte. Nathan Sawaya é o mais importante artista de LEGO no mundo e ele já fez exposições em museus por todo os Estados Unidos.

20. No ano 2000, A Associação Britânica de Varejistas de Brinquedos nomeou a LEGO como o “Brinquedo do Século”, ganhando do urso de pelúcia e da boneca Barbie.

No ano 2000, A Associação Britânica de Varejistas de Brinquedos nomeou a LEGO como o "Brinquedo do Século", ganhando do urso de pelúcia e da boneca Barbie.

Christopher Hawthorne/Los Angeles Times / MCT
Fonte: Adam Ellis no BuzzFeed, via Pavablog.

“O comportamento de Blatter foi miserável”

 

Joaquim Rita não fez por menos. Chamou os bois pelos nomes. E acrescentou que o sr. Blatter, se tivesse um pingo de vergonha, se demitia imediatamente de presidente da FIFA. Aqui.

De facto, a não ser que estivesse bêbado, nada justificaria tal comportamento.

Cristiano foi um senhor a responder-lhe.

Churrasco solar

http://lh5.ggpht.com/-PDXTerH8-HQ/UE_DUqw3CrI/AAAAAAAACvk/B0I27evs53k/churrasqueira-solar-8x6.png?imgmax=800

David Wilson, um professor do Massachusetts Institute of Technology inventou este currasco que dispensa o uso de lenha, carvão, gás ou energia eléctrica. Foi até baptizado como “Wilson Solar Grills”.

A engenhoca de aparência futurísta, serve tanto para grelhar, cozinhar ou aquecer alimentos, como serve também como aquecedor de ambientes, utilizando-se para isso apenas a energia solar.

http://lh4.ggpht.com/-Gxfqr3N0RiE/UE_DyOYszdI/AAAAAAAACv0/b6OtJCavpVw/churras3-8x6.png?imgmax=800

A tecnologia utilizada no aparelho pode atingir 450º Celsius. Vem equipado com uma bateria à base de nitrato de lítio, o que lhe rende uma autonomia de cerca de 25 horas entre cada recarga. Isso significa que a energia armazenada num único dia de sol pode ser utilizada durante toda a noite e no dia seguinte também, favorecendo a agradável actividade de se cozinhar ao ar livre nas grandes cidades, e atendendo especialmente as necessidades das comunidades situadas nas regiões rurais e longínquas.

http://lh4.ggpht.com/-sSO0Iv0oNUg/UE_ELBbcX9I/AAAAAAAACwE/PeA330pcR7w/churrasqueira%252520sola%2525202-8x6.png?imgmax=800

http://lh6.ggpht.com/-Ii9yK-mx0ys/UE_EbegtIPI/AAAAAAAACwU/haSw57J1Ono/churrasqueira%252520solar%2525203-8x6.png?imgmax=800

Nele se utiliza uma lente Fresnel, invenção do físico francês Augustin-Jean Fresnel, criada inicialmente para ser usada em faróis marítimos, cujo desenho possibilita a confecção de lentes de grande abertura e de curta distância focal, sem ter o peso e volume do material de uma lente convencional.
Isso significa que quando comparadas a estas, as lentes Fresnel são muito mais finas, leves e permitem a passagem de muito mais luz.

Mais do que versátil, o aparelho que serve como fogão, grill e até aquecedor apresenta zero emissão de CO2, bem como zero consumo e zero desperdício de qualquer outro tipo de energia, fazendo uso somente dessa inesgotável fonte luz proveniente do sol.

http://lh6.ggpht.com/-fi1lQvOFC7k/UE_E6L9uZdI/AAAAAAAACwk/P8o65cTO8l0/untitled-8x6.png?imgmax=800

Dica de Ernesto Esteves.

O ano 2000 imaginado um século antes

he1

 

Um artista francês chamado Villemard produziu no ano de 1910 uma série de ilustrações imaginando como seria a vida em 2000. As ilustrações foram encontradas no na biblioteca nacional da França, e acredita-se que elas eram uma espécie de figurinhas colecionáveis que vinham em alimentos.

 

he2

Os barcos voariam. Uma espécie de avião bem imbecil.

he3

Essas moças estão usando patins motorizados.

he4

Uma pessoa passa uma imagem que é enviada de outro lugar. bem parecido com o Skype.

he5

Um aluno coloca livros em uma máquina de moer, e pelo jeito, as informações são transformadas em sinais elétricos que vão para a mente dos alunos.

he6

Uma incrível máquina que faz uma peça de roupa por vez.

he7

Carros de guerra em conflito.

he8

O nome dessa imagem é “curiosidade”. Acreditava-se nessa época que a maioria dos animais estariam extintos no ano 2000. As pessoas admiram um cavalo, que na cabeça do artista, seria raro hoje em dia.

he9

Segundo a ilustração, é um trem elétrico que liga Paris a Beijing.

he10

Um helicóptero sendo detectado por uma torre de comando.

he11

Uma patrulha e suas bicicletas armadas.

he12

As pessoas poderiam no ano 2000 ouvir o seu jornal favorito. Já pensou?

he13

Um policial voador para um avião que está cometendo alguma infração de trânsito aéreo.

he14

Um banheiro com vários mecanismos, alavancas e engrenagens. A eletrônica era inimaginável nesse mundo mecânico.

he15

Um arquiteto seria o responsável por uma obra inteira, apenas controlando botões. Um dos botões ativa um auto-falante que solta cantadas para as gostosas que passam na rua.

 

Fonte: Ovelhas Voadoras via Pavablog.

 

Armas de fogo transformadas em instrumentos musicais

Pedro Reyes é um artista plástico mexicano que costuma usar suas obras para chamar atenção a algum problema social.

“Eu acredito que o propósito da arte é vir com formas de transformar os instintos mais negativos em instintos criativos.” –Pedro Reyes

Dessa vez, ele decidiu combinar música, escultura e automação para falar do desarmamento no México. Ele transformou armas apreendidas de grupos criminosos – que seriam destruídas – em instrumentos musicais capazes de tocar sozinhos.

O resultado você pode conferir nesse mini-documentário feito para o The Creators Project (um canal que vale acompanhar, inclusive).

De 27 de março a 15 de maio de 2013, a obra esteve em exposição da Lisson Gallery – galeria de arte contemporânea de Londres.

Aqui você pode ver os instrumentos em ação:

“A tecnologia não é boa ou má, tudo depende do uso que você dá a ela. O trabalho espiritual aqui é como dizer: ‘eu estou pegando este pedaço de metal que representa nosso instinto de matar uns aos outros e estou transformando-o em um instrumento musical, que é a forma mais sofisticada de comunicação no planeta.’” –Pedro Reyes

ins1ins2ins3ins4ins5ins6ins7ins8

ins9

Fonte: Papo de Homem, via Pavablog.

Um sistema iníquo e indecente

Cristiano Ronaldo vai ganhar 47 mil euros por dia

Um salário de 47 mil euros por dia, para qualquer função, seja ela qual for, é indecente. O Cristiano não tem culpa, mas o sistema do futebol – carregado de corrupção, desonestidade e crime – é o verdadeiro réu nesta matéria. O Cristiano ganha o que pode e tira o partido que pode do sistema. Tal e qual como todos os outros protagonistas deste lamaçal chamado desporto, onde a UEFA e a FIFA estão enterradas até às orelhas. Por cá, o mais que há são uns aprendizes de feiticeiro, e quem tem um olho é rei.

CR fez a diferença

ngDAF2554D-F557-4FE6-BE6C-B486F368A784

 

Apesar do desempenho pouco correcto do árbitro, apesar dos lasers na cara do Cristiano, apesar dos gritos provocatórios por Messi, de cada vez que o jogador tocava na bola, e apesar de não estar nas melhores condições físicas, CR7 deu mais uma vez uma prova eloquente do seu profissionalismo. Grande Cristiano. E já só faltam 5 golos para se tornar o melhor goleador de sempre da selecção de Portugal. Se não for antes será em Junho, no Brasil.

Onde Isaac Asimov acertou, em 1964

isaac-asimov-previsões

Em 1964, após visitar a gigantesca Feira Mundial de Nova York, o escritor Isaac Asimov, então com 42 anos, viu o que ele considerou os primeiros passos de um futuro distante. Um futuro, mais precisamente, em 2014. Quase 50 anos depois, é assustadora a precisão de Asimov em alguns dos pontos que ele decidiu prever.

É importante lembrar, claro, que a missão da clarividência é sempre muito perigosa – as chances de errar são enormes, e até hoje caçoamos daqueles que não tiveram uma visão muita precisa (oras, é só lembrar que a piada nostradâmica de Ballmer ao falar sobre o possível insucesso do iPhone é lembrada até hoje).

Mesmo assim, com uma tarefa considerada ingrata por muitos, Asimov era o personagem ideal para fazer esse tipo de previsão. Afinal, Asimov foi um dos grandes nomes da literatura de ficção científica, criando marcos como as Três Leis da Robótica, publicado originalmente no livro Eu, Robô – livros e histórias que até hoje servem de base para filmes futuristas, mesmo tantas décadas depois.

Assim, acompanhe conosco onde Asimov acertou, errou ou passou perto em seu belo texto prevendo um futuro extremamente tecnológico, mas que não necessariamente seria um lugar utópico e incrível. Eis o texto completo. E, após a leitura, recomendamos o exercício mental: você consegue arriscar o que estaremos usando em 2064?

Onde ele acertou em cheio

isaac-asimov-previsões1

As comunicações combinarão som e imagem, e você vai ver e ouvir a pessoa para quem você telefonar. A tela pode ser usada não só para ver as pessoas para quem você liga, mas também para o estudo de documentos e fotografias, e para ler trechos de livros. Satélites síncronos, pairando no espaço, permitirão a você ligar diretamente para qualquer ponto da Terra, incluindo as estações meteorológicas da Antártida…

Asimov acertou ao prever o futuro das telecomunicações. O conceito de videochamada, de usar a tela do telefone para outros fins, e de conectar o mundo através da telefonia, se realizaram nos últimos 50 anos. (A imagem acima é do filme 2001: Uma Odisseia no Espaçolançado alguns anos depois que Asimov publicou seu texto.)


Um número enorme de conversas simultâneas… poderão ser feitas por raios laser modulados, que são fáceis de se manipular no espaço. Na Terra, no entanto, os feixes de laser terão de ser conduzidos através de tubos de plástico, para evitar a interferência material e atmosférica. Os engenheiros ainda vão lidar com esse problema em 2014.

Este é praticamente o conceito da fibra óptica, que conecta o mundo inteiro através da telefonia e internet. A comunicação via fibra óptica começou a ser desenvolvida na década de 70, portanto depois das previsões de Asimov. E não só os engenheiros têm problemas com os cabos submarinos: eles são os tubos pelos quais os EUA espionam o mundo.


Quanto à televisão, TVs de parede terão substituído os aparelhos comuns; mas cubos transparentes terão aparecido, nos quais será possível ver vídeos na terceira dimensão.

Sim! A TV cresceu e se tornou fina o bastante para ser presa à parede. Com as resoluções 4K e 8K, elas podem ficar ainda maiores sem perder a qualidade de imagem. E a ideia do cubo transparente é quase uma TV holográfica, que pode ser vista em três dimensões e de fato ainda está em seus estágios iniciais.

isaac-asimov-previsões2

 … até 2014, apenas naves não-tripuladas terão aterrissado em Marte, mas uma missão tripulada estará sendo planejada…

Sim! A Curiosity está explorando o planeta vermelho agora mesmo, em busca de sinais de vida passada, e o presidente Obama já disse que planeja enviar humanos a Marte. Ainda há o projetoMars One, para instalar uma colônia humana no planeta e ocupá-la a partir de 2023. Sensacional, Asimov.


Em 2014, há uma enorme probabilidade de que a população mundial será de 6,5 bilhões, e a população dos EUA será de 350 milhões.

Prever esses números há cinquenta anos e chegar tão perto, para mim, é um acerto. Estamos em 7,1 bilhões de pessoas no mundo; os EUA têm 317 milhões de habitantes.


Nem toda a população do mundo vai aproveitar ao máximo o mundo do futuro cheio de gadgets. Uma parte maior do que hoje será privada disso, e embora possa estar numa situação materialmente melhor do que hoje, eles estarão ainda mais atrasados quando comparados com as partes avançadas do mundo.

Os avanços tecnológicos, infelizmente, são para a minoria em uma escala global. Asimov acertou em cheio.


Mesmo assim, a humanidade sofrerá gravemente com a doença do tédio, uma doença que se espalhará de forma mais ampla a cada ano e crescendo em intensidade. Isso vai ter consequências mentais, emocionais e sociológicas sérias, e ouso dizer que a psiquiatria será, de longe, a especialidade médica mais importante em 2014.

É de dar arrepios essa previsão de Asimov. Nossas relações com a tecnologia acaba nos deixando mais tristes. Não é por ser “tedioso”: é que não estamos interagindo de fato com outras pessoas. A internet está nos deixando deprimidos. Ou você nunca teve aquela sensação de vazio depois de ficar horas com o celular na mão, ou em frente ao computador? E os gadgets têm mesmo um impacto na sociedade: pense no Google Glass, por exemplo, e a polêmica que seu uso trouxe.


Os poucos sortudos que puderem se envolver no trabalho criativo de qualquer espécie serão a verdadeira elite da humanidade, pois farão mais do que servir a uma máquina.

Sim. À medida que adotamos a automação, os trabalhos criativos continuaram a ganhar destaque.


Na verdade, a especulação mais sombria que eu posso fazer sobre 2014 d.C. é que em uma sociedade de lazer forçado, a única palavra mais gloriosa no vocabulário se tornará o trabalho!

Nunca se discutiu tanto as questões de trabalho versus lazer. Você faz o que gosta? Gosta do que faz?

Onde ele acertou em parte

Dispositivos sem fio e com bateria duradoura: Sim, nossos gadgets estão se tornando cada vez mais móveis, e a tecnologia caminha para que fios se tornem cada vez mais obsoletos. No entanto, a bateria deles ainda dura pouco, não usa material radioativo, e ainda dependemos dos fios. Até o carregador wireless tem fio!

Triunfo da energia nuclear e solar, inclusive coletada no espaço: A energia nuclear ainda é um ponto muito polêmico – vide o desastre em Fukushima, no Japão – por isso boa parte da energia consumida no mundo ainda vem de combustíveis fósseis. Nossa visão para o futuro agora está voltada para fontes renováveis, como a energia eólica e solar, assim como Asimov aponta. No entanto, obter a energia do Sol direto do espaço ainda é um sonho futurista.

Robôs mais espertos, movidos a computadores, porém longe do ideal: Cinquenta anos foi o bastante para criarmos robôs incríveis, como o BigDog e outros da Boston Dynamics, que agem quase como seres vivos. E temos robôs muito bons atuando na indústria, é claro. Existem até robôs sociais, cuidando de idosos no Japão, por exemplo. E eles realmente usam pequenos computadores para receber comandos e realizar ações. No entanto, ainda estamos engatinhando em muitos aspectos da robótica, assim como Asimov previu.

isaac-asimov-previsões3

Veículos autônomos: Veículos que se guiam sozinhos são praticamente uma realidade na aviação. Eles já existiam na época de Asimov: em 1947, um US Air Force C-54 fez um voo transatlântico, incluindo decolagem e pouso, apenas usando o piloto automático. No entanto, o “autopilot” se popularizou, e agora estamos nos esforçando para criar carros que andam sozinhos, como os do Google.

Comida congelada domina a alimentação, mas cozinha ainda tem espaço para preparo manual: Já existiam refeições congeladas na época de Asimov: elas começaram a ganhar espaço na década de 50. Asimov acertou que elas iriam se popularizar. No entanto, elas não substituem a comida feita no fogão, o “pequeno canto” onde são feitas as refeições de forma manual.

Janelas polarizadas: Nos anos 60, foi criada a película para janelas, que escurece quando recebe luz solar. Elas são usadas ao redor do mundo, porém não na escala que Asimov imaginava.

Máquinas fazem trabalhos rotineiros melhor que humanos, e servimos apenas para cuidar das máquinas: Quando um emprego é substituído por um robô, por exemplo, surge a demanda por pessoas que saibam controlá-lo, e que possam fazer sua manutenção. No entanto, ainda estamos longe de uma sociedade que apenas cuida de máquinas, porque a automação ainda não chegou ao ponto que Asimov esperava.

Computação e programação como disciplina nas escolas: Asimov acertou que computadores se tornariam onipresentes o bastante para aprendermos a usá-los na escola. No entanto, ele dizia algo além: previa que nós iríamos aprender a criar código para elas. Quem dera! Ensinar programação deveria mesmo ser obrigatório no ensino médio.

Dispositivos que substituem ou consertam partes do corpo; expectativa de vida em 85 anos; iniciativas para controle de natalidade: Ainda não usamos órgãos artificiais com a frequência que Asimov imaginou, mas estamos rumando a um futuro assim. A medicina também avançou muito nos últimos 50 anos, e fizeram a expectativa de vida aumentar ao redor do mundo. A taxa de fertilidade, por sua vez, também caiu: à medida que as famílias migrara para as cidades, e à medida que as mulheres entraram no mercado de trabalho, muitos decidiram por ter menos filhos. Iniciativas como a Planned Parenthood nos EUA, o limite de um filho por casal na China, e a luta pelo direito ao aborto também surgiram desde a época de Asimov.

isaac-asimov-previsões4

Cozinha que prepara refeições automaticamente: Asimov previu que vários aparelhos tornariam a cozinha mais automática. Nesse sentido, ele acertou: o micro-ondas, por exemplo, só foi lançado em 1967. Ele até cita objetos como a cafeteira automática, lançada em 1972! No entanto, ele ia mais longe, imaginando dispositivos que fariam uma refeição inteira com mínima interação humana. Por exemplo, bastaria programar a cozinha na noite anterior para fazer o café da manhã, e ela o faria automaticamente, fritando ovos e bacon na hora marcada.

Alimentos artificiais vindos de algas e fungos: Tem algo de bastante correto aí. Estamos rumando para comidas totalmente artificiais, como o hambúrguer de laboratório. E sim, existe uma forte resistência à adoção desse tipo de comida.

Onde ele errou

isaac-asimov-previsões5

Casas subterrâneas: Asimov imaginava que os humanos morariam debaixo da terra, deixando a superfície do planeta para a agricultura e parques. Fizemos o contrário: criamos edifícios cada vez mais altos para morar e trabalhar.

Casas subaquáticas: Ainda não estamos habitando os oceanos. Há projetos nesse sentido, mas como mencionamos: estamos morando em edifícios cada vez mais altos, em vez de mais profundos.

Tetos e paredes eletroluminescentes: Essa é uma visão futurista até hoje: transformar todo o ambiente da sua casa através da iluminação. O mais perto que chegamos disso é usando a Philips Hue, lâmpada que muda de cor e pode ser controlada sem fios.

Robôs que limpam toda a casa: Mais uma vez, Asimov imaginava uma casa bastante automatizada, o que não acontece hoje em dia. No máximo temos o Roomba, um robô aspirador que na verdade é pequeno e ágil, mas não é inteligente como previsto há 50 anos.

isaac-asimov-previsões6

Veículos sem contato com a superfície, sobre a terra e a água: Basicamente, Asimov apostava na evolução e popularização de hovercrafts, que flutuam em vez de tocar o chão. Isso não aconteceu.

Calçadas que se movem, elevadas por cima dos veículos: Calçadas que se movem ainda são raridade. Esta ideia foi aplicada a aeroportos e estações de metrô, no entanto.

Colônias na Lua: Os humanos continuam a exploração espacial, e alguns já moram na órbita da Terra – olá, astronautas da ISS! Mas colônias na Lua ainda estão longe de se tornar realidade.

General Electric, feiras mundiais, e filmes 3D: Toda previsão do futuro tem elementos do tempo em que a pessoa vive. Para Asimov, as Feiras Mundiais ainda seriam relevantes hoje em dia, o que não é o caso. (Elas ainda existem, no entanto, e a próxima será na Itália em 2015.) O mesmo pode ser dito sobre a General Electric: ela continua sendo uma empresa gigante, mas não vem à mente quando se trata de inovações futurísticas. E estamos nos livrando do 3D, felizmente!

Fonte: Gizmodo, via Pavablog.

Tem que ser à bruta

Pedro Queirós nas alturas com Maazou (foto ASF)

 

Por aquilo que se viu nestas três jornadas iniciais, falta a este campeonato de futebol da Primeira Liga verdade desportiva, que é como quem diz, seriedade e transparência. O meu Vitória deu hoje uma sapatada no sistema e goleou o homónimo de Guimarães, na casa dele. Tem que ser assim. À bruta.

O mundo cão em que vivemos

Engenheiro espanhol cria lâmpada que dura até 100 anos, lidera movimento mundial contra a vida curta dos aparelhos eletrónicos e é ameaçado de morte.

 

LONGA VIDA Muito lixo deixará de ser produzido, caso a lâmpada criada por Benito Muros se popularize

LONGA VIDA. Muito lixo deixará de ser produzido, caso a lâmpada criada por Benito Muros se popularize.

 

 

O silêncio do engenheiro espanhol Benito Muros é caro. Já ofereceram 30 milhões de euros (R$ 87 milhões) e ele não aceitou. Os compradores não desistiram e deixaram uma ameaça de morte na secretária eletrônica de Muros. Ele conta ainda que sofreu um golpe, quando ladrões de patentes se apresentaram como investidores. “Todos os episódios estão em investigação policial. No inquérito, estão envolvidos um jogador de futebol da primeira divisão espanhola, um vereador do Partido Popular e um empresário”, diz o engenheiro. Todo esse alvoroço foi provocado por uma lâmpada.

Ler o artigo completo aqui.

O hóquei foi mais nobre

PORTO - BENFICA ( HOQUEI PATINS )    ( 2012/2013 )

 

Ontem registaram-se dois acontecimentos de sinal diferente. Por um lado, o jogo dos Juvenis entre o Porto e o Benfica terminou de forma intolerável, com escaramuças entre os jogadores e depois com o público também à mistura. Por outro lado, a final da Taça da Europa de Hóquei em Patins, no Dragão Caixa, que terminou de forma civilizada e desportiva. Em ambos os jogos ganhou a equipa da Luz, assegurando o título, mas o desfecho foi completamente diferente.

É preciso dizer que os hoquistas do FCP revelaram grande elevação, em especial o capitão azul e branco, Reinaldo Ventura, que trouxe a equipa atrás de si para felicitar o adversário no final do encontro. Mas claro que os jornais preferiram publicar fotos a evidenciar a decepção portista do que a nobreza do gesto dos derrotados… Já o seu treinador, visivelmente decepcionado, inventou à pressa uma desculpa esfarrapada para justificar a derrota…

Mas também é preciso dizer que tal civismo e respeito não se verificou no futebol dos miúdos de dezasseis anos, que precisam de ser castigados pela justiça desportiva com dureza e desde já. Parece que a FPF quer apurar os factos. Que o faça e depressa, mas tem que haver mão pesada. De pequenino se torce o pepino.

Criatividade portuguesa

nutri-ventures-d207

 

 

A série portuguesa Nutri Ventures estreou esta semana nos EUA. É a primeira produção de animação infantil nacional a integrar um canal da Disney e já foi apresentada a Michelle Obama.

“Não queremos triunfar só no campeonato. Queremos ganhar também na Liga dos Campeões”. É desta forma desarmante que Rui Miranda expõe ao Energia de Portugal toda a ambição presente na Nutri Ventures , a primeira série de animação portuguesa verdadeiramente global.

Em exibição em mais de 20 mercados, espalhados pela Europa, Ásia e América, a série estreou-se esta semana nos EUA – “o maior mercado de animação do mundo” – no que Rui Miranda classifica como um “passo marcante na estratégia do projeto”.

Apresentado como a “primeira série de animação portuguesa pensada para o mercado internacional e que promove a alimentação saudável”, a Nutri Ventures foi concebida para ter “o máximo de apelo”.
Continuar a ler aqui.

 

Com a mãozinha do meu amigo Simon Wadsworth.

 

30 Coisas bizarras

1. Um avião atravessando a rua

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

2. Um carrossel de 117 metros de altura

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

3. Um buraco gigantesco tomado conta pela água

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

4. Um vulcão que deu origem a um lago

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

5. Um deserto florido

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

5. Balões sobre a Capadócia

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

6. Uma cidade toda tomada pela neblina

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

7. Uma floresta um tanto estranha

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

8. A cafeteria que divide 2 países

31 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

9. A maior ponte sobre a água do mundo

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

10. Uma estátua com um segredo

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

11.  A rodovia que atravessa uma árvore

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

12. Essa outra estátua

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

13. O maior congestionamento de carros do mundo

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

14. Acredite, o chão dessa loja é reto

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

15. A cidade com uma única pessoa

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

16. Uma camuflagem like a boss

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

17. Esse cenário estilo Senhor dos Aneis

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

18. Essa ponte, ou será uma cachoeira?

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

19. Esse quarto no meio do oceano

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

20. A vista da janela desse prédio

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

21. Ou dessa outra janela…

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

22. O por do Sol visto de uma onda

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

23. O deserto colorido

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

24. Essa água tão clara

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

25. O pior aeroporto para pouso

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

26. O vigia mais corajoso de todos

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

27. Essa tempestade nos EUA

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

28. Esse hotel Lua em Dubai

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

29. Uma ponte de navios

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

30. Essa estranha formação de núvens

41 coisas bizarras que você nunca viu na Terra

Fonte: Gabriel Pinotti, no SBTZ, via Pavablog.

A culpa é de Cavaco…

770880

 

O Benfica não ganhou esta noite a final da Liga Europa porque Cavaco Silva esqueceu-se de pedir a intervenção de Nossa Senhora. O esquecimento do PR, que agora anda muito dedicado aos santos (ainda hoje voltou a invocar o sobrenatural, referindo-se a S. Jorge, em Monção) foi fatal. É que assim o SLB só contou mesmo consigo, e voltou a sofrer a maldição do último minuto, depois de ter dado um baile de bola ao Chelsea durante quase todo o jogo.

Como é que nuestros hermanos hão de gostar dele?

Jornalista perguntou ao técnico português se achava que tinha triunfado no Real Madrid, vencendo apenas um campeonato, uma taça e uma supertaça. O Special One sacou da cábula e respondeu à altura: “A liga dos recordes é minha. Em 21 anos, com 18 treinadores, o Real Madrid conseguiu 5 semi-finais da Champions. Eu em três consegui três”. Grande Mou.

 

Fonte: Partilhar.com