O Efeito-Pêndulo

Desde 1974, e muito em função das injustiças e desmandos do anterior regime, o país político evoluiu rapidamente para o extremismo esquerdista.
O chamado “efeito pêndulo” começou então a verificar-se e ainda não passou à história, em termos de estabilidade, pelo menos em algumas regiões do país.

Ou seja, se elevarmos o pêndulo demasiado para um extremo e o largarmos a seguir, a tendência natural é que ele vá para o extremo oposto e vice-versa, em movimentos contínuos, até perder o balanço e se imobilizar ao centro.

A nossa dificuldade nesta região é que as pessoas ainda não se libertaram de um complexo de esquerda. Têm pudor em votar diferente, e mesmo em avaliar livremente as propostas e personalidades que se apresentam a sufrágio, de modo a escolher os que lhe parecem melhores. Não são livres. Até agora, a única personalidade que conseguiu furar essa lógica psicológico-eleitoral em Setúbal (e apenas em eleições de carácter nacional) chama-se Cavaco Silva.

Mas poderíamos dizer exactamente o mesmo, em sentido contrário, em termos de geometria política, de outras regiões do país.
É estranho que até agora nenhuma câmara do distrito de Setúbal tenha sido conquistada pelos partidos de direita (à excepção da coligação PS-PSD em Setúbal, liderada por Mata Cáceres), no tempo dos afonsinos, o que apenas confirma a regra.

Pode sempre dizer-se que a actuação e discurso dos partidos de centro-direita não terá conseguido convencer os eleitores desta região. Mas porquê apenas aqui, se o PSD, por exemplo, é o partido com maior número de câmaras municipais no país?

Não sejamos ingénuos. A democracia é uma coisa que se vai construindo aos poucos na vida pública, mas as mentalidades demoram a mudar. No dia em que um eleitor de Trás-os-Montes se sentir tão livre para votar no PCP ou no Bloco de Esquerda, tanto quando um eleitor da Margem Sul para votar no PSD ou no CDS, então o regime democrático estará muito mais consolidado entre nós.
Infelizmente acho que ainda vai demorar algum tempo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s