Décimo primeiro bairro

 

Sátiros com sapatilhas apagaram as luzes de Paris
Os prédios de Paris fecharam as janelas
A escuridão foi dissipando as ruas de Paris. Em cada esquina
Um polícia vigiava os sonhos
Interrompidos em Paris, ninguém esperava
Esses sátiros calmos, cujas mãos não tremeriam
Com foices negras
Para colherem as luzes nos olhos de Paris.

15-11-2015
© João Tomaz Parreira

Foto de João Tomaz Parreira.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s