Palavras perdidas (1213)

“A estratégia de forçar o desvario dos adversários para reunir as hostes da esquerda sob a sua égide foi simplesmente brilhante. Quando altas figuras do CDS insistem no disparate da ilegitimidade política, estão a dar trunfos ao PS, ao Bloco e ao PCP para reforçarem a sua convergência. Quando Passos pede uma revisão constitucional para antecipar eleições, dá de si a imagem de um homem desesperado. Quando Cavaco Silva sinaliza ao país a existência de uma faixa significativa do eleitorado sem direito a participar no poder, torna as “posições conjuntas” irreversíveis. Quando se sabe que as promessas de devolução da sobretaxa de IRS eram pura propaganda, ou quando se ouve que Sérgio Monteiro saiu do Governo a tempo de ganhar 30 mil euros no Fundo de Resolução, consagra-se a ideia de que este Governo não pode ser muito pior do que o anterior.”

(Manuel Carvalho, Público)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s