Palavras perdidas (1224)

“Hoje, tal como a minha publicação anterior a esta, aí em baixo, faz referência, faleceu o realizador Fernando Ávila e eu assisto, impávida e pouco serena, a um curto e miserável apontamento no Jornal da RTP sobre a morte deste homem que tanto deu de si à estação desde 1987 e que tão pouca atenção recebe pelo muito que fez para oferecer felicidade e bem-estar a quem assistiu aos sucessos da sua carreira. E logo depois, assisto a uma extensa reportagem sobre um idiota qualquer, de seu nome Hozier, que vem a Lisboa dar um concerto porque terá cantado uma música (um lixo do pior pelo que ouvi) que visa, segundo o tal Hozier, alertar para “as doutrinas que nos ensinam a ter vergonha de nós próprios e da nossa sexualidade” com um vídeo onde aparecem duas pessoas do mesmo sexo a beijarem-se na boca, como se isso não fosse normal e corrente nos dias de hoje e alguém precisasse que um idiota qualquer que não sabe tocar nem cantar porra nenhuma, nos viesse lembrar de algo que é natural em qualquer país civilizado e democrático deste mundo”.

(Maria Vieira, Facebook)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s