Peru para o Natal

retrato-da-mulher-com-o-peru-vivo-lanado-sobre-o-ombro-todas-as-pessoas-descritas-no-esto-vivendo-mais-por-muito-tempo-e-51999326

 

O peru não sabe que o seu canto
É o do cisne, ave sem lirismo
O peru corre na terra, beberricando
A secura do chão, o cisne não
É ave branca tão branca de azul
O orgulho do peru é trazer o pescoço em baixo
De onde um canto negro se escoa
De ave humilde, denunciando-se
Ouve-se no Natal a morte a ficar próxima
Depois não morre mais, é esquecido
E fica só o silêncio no quintal.

14-12-2016
© João Tomaz Parreira

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s