O “Napismo”

Resultado de imagem para hitler e trump

A ideologia de Hitler era o nazismo (nacional-socialismo), a de Trump é o napismo (nacional-populismo). Hitler foi eleito, Trump também. Hitler nunca enganou ninguém. O Mein Kampf foi escrito na prisão, depois de conspirar contra o estado alemão, e revela abertamente o seu ódio aos judeus, aos comunistas e o seu ressentimento contra a França, decorrente da Grande Guerra. Trump também não tem andado a enganar ninguém. Ele insulta mulheres, portadores de deficiência, heróis de guerra, antigos combatentes vivos e mortos, jornalistas, estrangeiros, refugiados e adversários políticos.

Hitler começou por desacreditar os media, Trump também.

Hitler silenciou cientistas e altos funcionários da Administração, Trump também.

Hitler praticava a tortura, Trump já disse que vai fazê-lo.

Hitler associava-se ao adversário (Estaline), Trump também (Putin).

Hitler defendia uma raça superior (branca, ariana), Trump defende os WASP (brancos, anglo-saxónicos e protestantes), além de contar com o apoio expresso do medonho Ku Klux Klan.

Hitler considerava inferiores minorias como os homossexuais, os deficientes, todos os não-caucasianos e os não-cristãos. Trump vai pelo mesmo caminho.

Hitler queria restaurar o orgulho germânico e estabelecer um reich de mil anos, Trump quer fazer de novo a “América grande”.

Em nome do povo alemão Hitler combateu toda a elite política e social, Trump, em nome do povo, diz estar a combater a elite política e social de Washington.

Os discursos de Hitler eram de ruptura e identificação dos inimigos do povo alemão, os de Trump seguem exactamente a mesma linha.

Hitler era um indivíduo mal formado, Trump não passa disso.

Hitler serviu-se da religião quando lhe deu jeito, Trump está a fazer o mesmo.

Hitler provocou a guerra ao invadir a Áustria, a Checoslováquia e a Polónia. Trump está a provocar a guerra ao erguer um muro com o México e a provocar repetidamente a China.

Com a sua argumentação e postura, Hitler conseguiu granjear simpatias noutros dirigentes mundiais, até revelar a verdadeira face. A argumentação e postura de Trump estão a fazer o mesmo.

O presidente Hindenburg não confiava em Hitler, até que morreu e este assumiu o poder absoluto em Berlim. O partido republicano também não confia em Trump, mas, a menos que o controle, acabará por deixar que destrua o país.

Em regra o napismo não é novo, mas quando é dos EUA que se trata, então assume uma importância e periculosidade inigualáveis.

As semelhanças entre os dois são arrepiantes. Bem sei que não estamos nos anos trinta do século passado, mas a História repete-se e a guerra não tem data marcada.

Deixo aqui o alerta do Papa Francisco: “O caso da Alemanha em 1933 é típico: um povo estava em crise, procurou a sua identidade e apareceu um líder carismático que prometeu dar-lhe identidade. Deu-lhe uma identidade distorcida e já sabemos o que se passou”.

Cada um retire as suas conclusões.

 

Fonte: José Brissos-Lino, Sem Mais, 4/2/17.

 

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s