Ecce Homo

Resultado de imagem para ecce homo de caravaggio

Ecce Homo, Caravaggio.

 

O Homem de pé, ferido e de vermelho

À vossa frente

O Homem que trouxestes à força

Da vontade dele próprio, o Homem

Como um malfeitor de pé à vossa frente

Usa as mínimas palavras, a sua boca

Não contradiz o coração

Perder-me –ia entre o Alfa

E o Ómega para encontrar o Mal

Que vos fez, o Homem que está de pé

Sem defesas, senão o mais profundo

Amor, à vossa frente.

 

08-03-2017

©  João Tomaz Parreira  

Advertisements

1 comentário a “Ecce Homo”

  1. O sofrimento da crucificação de Cristo enterra a nossa dignidade. Sim porque não fomos (nem nunca seremos) digno dele.
    O silêncio do Mestre atravessa o poeta e sangra no poema: “o Homem, como um malfeitor de pé à vossa frente usa às mínimas palavras, a sua boca não contradiz o coração”.
    Uma releitura magnífica de “como um cordeiro mudo não abriu a sua boca…”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s