A América grande novamente

AGN

Numa estação do Subway em Manhattan.

 

Na grande América novamente os negros
Tanto são levados à igreja como aos tribunais
O mais certo é terem um seguro de prisão
E os hispânicos, a quem se deu a mão
Agora dá-se-lhes os pés, com seus dedos
rezaram o rosário, agora contam as alturas
Do muro que os separar do México
E que terão de caminhar na crosta da terra
A grande América
Já não é uma caverna da pré-história
E na 5ª Avenida em Nova Iorque
Só navegam cisnes fátuos como se fossem
Com suas plumas ao ballet.

02/02/2018
© João Tomaz Parreira

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s