Arquivo da categoria: Actualidade

Fazer política com os pés

Porta-voz. Mário Centeno apresentou hoje as grande linhas do relatório do grupo de peritos económicos. As propostas apresentadas deverão servir de base à vertente económica do programa com que o PS se vai apresentar a eleições

 

Os partidos do governo passaram os últimos meses a atacar António Costa por não apresentar medidas concretas de governação. Agora que foi apresentado um estudo macroeconómico pelos socialistas (que ainda não é um programa eleitoral nem de governo), elaborado por um grupo de economistas, logo que acabou a transmissão em directo era ver os mesmos partidos a dizer cobras e lagartos do mesmo, sem terem sequer tido tempo de ler as suas quase 100 páginas…

E assim se faz política em Portugal, sem seriedade. Coisas de gaiatos. Estamos bem entregues, estamos.

Leia-se e debata-se o documento.

Fuga

Poema escrito em 31/12/2006, quando ainda não se pensava em tragédia.

 

OS SEM PAPÉIS

Viajam com as cabeças de fora
cortam a espuma
do vento nas ondas

cortam o rosto com sal
viajam com o corpo
uns dos outros

movem-se
nos olhos
uns dos outros

não perguntes
de onde
vêm

vêm
em direcção a ti-
terra

vêm
como
Ninguém

© João Tomaz Parreira

 

Foto de João Tomaz Parreira.
Foto: DR.

Segurança Social: não sejamos ingénuos

 

O governo está fortemente empenhado em destruir a Segurança Social. Começou com os cortes brutais no orçamento, depois com o despedimento de 700 funcionários e agora com o previsível estrangulamento do seu orçamento ( menos cerca de 600 milhões), através do abaixamento da TSU para as empresas.

Não é um acidente e muito menos uma inevitabilidade, é mesmo uma estratégia política, com base numa ideologia liberal extremada, que pretende, afinal, o desmantelamento do estado social.

Até Manuela Ferreira Leite desmascara esta política nefasta e sabe que é assim que pensam aquelas cabecinhas dos indivíduos sem escrúpulos políticos que estão no governo.

Por outro lado, vê-se que não aprenderam nada com a resposta do país à tentativa anterior de pôr os trabalhadores a pagar o que competia às empresas. E como, apesar de tudo, parte do eleitorado parece ser masoquista e diz que pensa votar nestes incompetentes…

Porque estão as crianças em risco a ser assassinadas em Portugal?

Comissão de Loures falhou: não comunicou maus tratos a Bia ao Ministério Público
Fotografia © Diana Quintela / Global Imagens

 

Era bem melhor que se fosse honesto e tornasse público que as Comissões de Protecção de Crianças e Jovens em Risco estão inoperacionais por falta de técnicos. É uma vergonha o que lá se passa. De momento não servem para quase nada. Os poderes públicos andam a fingir que está tudo normal e vão acabar por querer responsabilizar os técnicos. É o costume. E se os lugares não forem preenchidos vamos ter constantemente notícias destas.